عربي English עברית Deutsch Italiano 中文 Español Français Русский Indonesia Português Nederlands हिन्दी 日本の
Knowing Allah
  
  

   

quarto objeto da pesquisa: a profecia e a revelação

 

primeiro: o testemunho das escrituras anteriores

 

a torá e o evangelho informaram sobre o envio do profeta mohammad (deus o abençoe e lhe dê paz), ora claramente, ora por indicação.

 

em números, bilam, o filho de bôer, disse: “haverá uma estrela que aparecerá dentre a família de ismael e será auxiliada por uma família de árabes: a terra tremerá com o seu aparecimento.” al muhtadi al iskandaráni comentou: “a única pessoa que apareceu da família de ismael foi mohammad (deus o abençoe e lhe dê paz) e ele foi também a única pessoa com cujo aparecimento a terra tremeu. realmente, ele foi a estrela da família de ismael e a pessoa cujo envio modificou o universo. com o seu nascimento, satã foi proibido de intrometer-se nas novidades dos céus; o fogo sagrado da pérsia extinguiu-se; os ídolos de babel caíram; e os tronos dos regimes injustos foram demolidos por seus seguidores”1

 

o texto acima de números foi deturpado nas modernas versões para ser: “vê-lo-ei, mas não agora, contemplá-lo-ei, mas não de perto; uma estrela procederá de jacó e um cetro subirá de israel, que ferirá os termos dos moabitas, e destruirá todos os filhos de sete” (números, 24:27).2

no capítulo quinze do evangelho de joão lemos que jesus (a paz esteja com ele) disse que: “mas, quando vier o consolador (é também chamado de paráclito; em grego é “parakliton” e em latim é “advocatus”), que eu da parte do pai vos hei de enviar, aquele espírito de verdade, que procede do pai, ele testificará de mim.” (joão, 15:26). joão também disse no capítulo dezesseis: “todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o consolador não virá a vós; mas, quando eu for, vo-lo enviarei. e, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo.” (joão, 16:7-8).4

 

no evangelho de barnabé, jesus (a paz esteja com ele) disse: “deus me elevará por sobre a terra, e mudará a aparência do traidor para que todos acreditem seja ele eu; não obstante, quando ele morrer, de uma morte maligna, eu continuarei a levar uma vida de desonra no mundo por um largo tempo. porém, quando chegar mohammad, o sagrado mensageiro de deus, tal infâmia será dissipada.”5

 

proeminentes sábios judeus e cristãos, tais como o rabino abdullah ibn salam e waraca ibn naufal, testemunharam a profecia de mohammad (deus o abençoe e lhe dê paz). eles são um argumento contra todos os judeus e cristãos até o dia do juízo.

 

segundo: o testemunho dos cientistas ocidentais.

 

muitos dos grandes pensadores e intelectuais da atualidade também admitiram a profecia de mohammad (deus o abençoe e lhe dê paz). alguns exemplos são os seguintes:

 

1 - testemunho de washington irving6

 

o escritor americano washington irving (1783-1859) disse: “mohammad foi o último e o maior profeta que deus enviou para convocar as pessoas para a adoração a deus.”7

 

2 - testemunho de marcel boisard

 

marcel boisard prova o envio de mohammad (deus o abençoe e lhe dê paz) de uma forma racional e científica. eloquentemente, disse:

 “quando o profeta mohammad se instalou em madina, a sua vida se tornou parte integral da história islâmica. suas ações eram transmitidas a nós no mais minucioso detalhe. como era um organizador enérgico, provou a sua habilidade de defender a embrionária sociedade islâmica e propagar o seu chamado. além de seu poder de combater e punir, ele costumava perdoar quando tinha poder. porém, ele não foi condescendente com os inimigos da religião. parece que os três méritos do profeta (deus o abençoe e lhe dê paz), ou seja, devoção, combate e perdão mesmo com o poder impeliram a sociedade islâmica durante sua emergência e incorporaram a atmosfera espiritual do islam.”8

ele continuou:

“a história retratou mohammad tanto como grande líder cujo coração era repleto de misericórdia bem como um homem de estado por excelência, resoluto, tinha uma sábia política que tratava todos por igual e dava a cada um o seu direito. por intermédio de sua diplomacia e equidade, foi capaz de obter o reconhecimento do emergente grupo islâmico através de tratados no tempo em que começava derrotar os seus inimigos nos campos de batalha. se for para lembrarmos o frágil poder de qualquer líder árabe no domínio psicológico no tempo e as virtudes que se supunha ele ter, iríamos concluir que mohammad, que sabia como obter a satisfação do mais amplo domínio de pessoas, estava realmente acima do nível humano e que sem dúvida é um verdadeiro profeta dos profetas de deus.”9

 

3 - testemunho de emile dermenghem

 

emile dermenghem10 utilizou o evento do falecimento de ibrahim, o filho do profeta (deus o abençoe e lhe dê paz), para provar a missão do profeta (deus o abençoe e lhe dê paz). ele disse:

“mohammad tinha um filho chamado ibrahim, cuja mãe era mariam, mas o menino faleceu na infância. o profeta ficou muito triste. ele sepultou ibrahim com as próprias mãos e chorou por ele. no dia da morte dele, aconteceu um eclipse do sol e os muçulmanos disseram que o eclipse aconteceu devido à morte de ibrahim. o profeta foi grandioso o suficiente para dizer que o sol e a lua não eclipsam por causa da morte ou do nascimento de alguém, mas são dois sinais entre os sinais de deus. essa colocação não podia ser de um impostor mentiroso.”11

 

4 - testemunho de leitner

 

leitner12 disse:

“tanto quanto sei sobre judaísmo e cristianismo, posso dizer que o que mohammad conheceu não é plágio. sem dúvida, ele recebeu este conhecimento através da revelação de deus, o todo-poderoso, o onisciente. com todo respeito e humildade eu digo: o sacrifício pessoal, a honestidade de objetivo, a crença de coração firme, a observação verdadeira e profunda dos detalhes e segredos do erro e do desvio, e o uso dos melhores meios para eliminá-los, tudo isso é parte dos sinais aparentes que provam a profecia de mohammad (deus o abençoe e lhe dê paz) e que ele teve uma revelação.”13

 

5 - laura veccia vaglieri

 

 

a italiana laura veccia vaglieri14 disse:

“guiados por uma cega inveja, os mais ferozes inimigos do islam tentaram acusar falsamente o profeta e esqueceram que antes de receber a revelação, era respeitado entre seu povo pela sua honestidade e pureza de vida. é estranho que aqueles acusadores não tentaram nem mesmo se perguntar como poderia o profeta mohammad ameaçar os mentirosos e os hipócritas com o fogo eterno do inferno, como é mencionado em alguns versículos do alcorão, se ele mesmo era mentiroso? como ele ousaria propagar o seu chamado entre seu povo se ele – o homem com a simples intuição – não tivesse um poder interior que continuamente o estimulava? como poderia começar uma luta que pareceria totalmente inútil? como conseguiu dar continuidade à sua luta durante mais de dez anos em makka, sem um notável sucesso e entre incontáveis tristezas se ele não tivesse uma profunda crença na veracidade de sua missão? como esse número de nobres e inteligentes muçulmanos acreditou nele, ajudou-o e abraçou a nova religião juntamente com os escravos, os livres, os pobres e destituídos, se não tocassem a sua honestidade? não precisamos dizer mais do que isso. mesmo entre os ocidentais, é quase unânime que a honestidade de mohammad era verdadeira e profunda.”15

 

6 - landau rum

 

o pensador britânico landau rumrevelou o erro daqueles que questionam a profecia de mohammad (deus o abençoe e lhe dê paz) dizendo:

“a missão de mohammad foi extraordinária. foi uma missão que não está dentro da capacidade de um mentiroso levado por fatores egoísticos, como acusaram alguns escritores ocidentais a mohammad, o árabe. tudo isso é alegado sem motivo se pensamos sobre a sinceridade de mohammad na transmissão sua mensagem, a completa crença de seus seguidores no que lhe foi revelado e o teste de gerações e séculos ,tudo isso faz racionalmente impossível acusar a mohammad de qualquer fraude intencional. a história nos conta que nenhuma invenção religiosa conseguiu permanecer por muito tempo. o islam não apenas tem permanecido por mais de mil e trezentos anos, mas continua ganhando novos adeptos todos os anos. e as páginas da  história não nos conta a respeito de qualquer fraudador cuja mensagem foi capaz de criar um dos impérios mundiais e uma das mais nobres civilizações em todo o mundo.”16

 

 

_____________________________________________

1. ver: “mohammad ibn abdullah assahim, “a maior pessoa das escrituras”. capítulo intitulado: “boas-novas do velho testamento a respeito de mohammad (deus o abençoe e lhe dê paz)”, pág. 21 e seguintes.

2. idem.

3. idem.

4. idem

5. o evangelho de barnabé, 80:12-16.

6. washington irving, orientalista americano que deu muita atenção à história dos muçulmanos em andalusia. entre seus trabalhos: “a biografia do profeta árabe”, com apêndice a respeito dos preceitos do islam e suas fontes religiosas (1849); “a conquista de granada” (1859) e outros.

7. irving, washington, “a vida de mohammad”, pag. 72.

8. marcel boisard, “o humanismo do islam”, pag. 46.

9. idem

10. orientalista francês que escreveu: “a vida de mohammad” 1929, um dos melhores livros que um orientalista escrito sobre o profeta mohammad; e “mohammad e a sunna islâmica”, 1955.

11. emile dermenghem, “a vida de mohammad”, pág. 318.

12. pesquisador inglês; conseguiu vários títulos de doutoramento em lei islâmica, filosofia e teologia. visitou istána em 1854, como andou por vários países islâmicos e encontrou-se com seus dirigentes e cientistas.

13. leitner: “a religião do islam”, págs 4-5.

14. uma estudiosa italiana em história islâmica e língua árabe. escreveu: “a gramática árabe”, 1937: “o islam”, 1946 e “em defesa do islam”, 1959.

15. laura veccia vaglieri, “em defesa do islam”, págs. 37-38.

16. ver arnold toynbee: “o islam, os árabes e o futuro”, págs. 33-34.

 




                      Previous article                       Next article




Bookmark and Share


أضف تعليق

You need the following programs: الحجم : 2.26 ميجا الحجم : 19.8 ميجا