عربي English עברית Deutsch Italiano 中文 Español Français Русский Indonesia Português Nederlands हिन्दी 日本の
Knowing Allah
  
  

   

segundo objeto da pesquisa: seu empenho para extrair as pessoas das trevas para a luz

 

o mensageiro de deus (deus o abençoe e lhe dê paz) ingressou numa luta contra os prevalecentes da época da escuridão, das tendências retrógradas, das heranças atrasadas que o tempo apagou, como ficou evidente para laura veccia vaglieri, ao dizer: “o mensageiro árabe convocou as pessoas, com voz inspirada, com comunicação profunda com o seu senhor. convidou os idólatras e os seguidores do cristianismo e judaísmo que foram deturpados para a mais pura crença monoteísta. aceitou ingressar numa luta aberta com algumas tendências humanas retrógradas que levavam a pessoa a atribuir semelhantes ao criador.”1

o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) empreendeu um enorme empenho pela iluminação dos árabes e pela eliminação do politeísmo. isso é mostrado pelo historiador americano, washington irving, ao dizer:

“o mensageiro de deus encontrou muitas dificuldades e empenhou muitos sacrifícios. houve dúvida a respeito da veracidade de sua convocação. permaneceu vários anos sem alcançar grande sucesso. durante a comunicação da revelação sofreu insultos, agressões e perseguições. foi obrigado a deixar a sua terra natal e procurar um local para onde migrou, aqui e acolá. abandonou todo tipo de satisfações da vida e de procurar riqueza, para divulgar a crença.”2

henry di castri3 (1850-1927) confirma isso, dizendo: “sabemos que mohammad passou por muitas dificuldades e sentiu enormes dores psicológicas antes de transmitir a sua mensagem. deus o criou com alma preparada para a religião. por causa disso, precisou se isolar das pessoas para fugir da adoração aos ídolos e da religião politeísta inventada pelos cristãos. a rejeição a estes dois credos estava enraizado no seu coração e a sua existência parecia uma agulha em seu corpo. o que aquele homem de quarenta anos, no auge de sua inteligência pensava? quem são aqueles orientalistas que se destacaram no racionalismo com a agudeza de sua imaginação e a força de percepção... a não ser repetir reiteradamente as seguintes palavras “deus é único, único”. palavras que todos os muçulmanos repetiram depois dele, e se ausentou de nós, os cristãos, o seu significado por estarmos distantes da idéia do monoteísmo...”4

 

a escritora inglesa evelyn kopold5 disse:

 

“os árabes, antes de mohammad formavam um povo sem expressão nem consideração pelas suas tribos nem suas sociedades. no surgimento de mohammad houve um novo renascimento que pode ser considerado mais um milagre. eles dominaram o mundo e governaram nele por várias gerações. o profeta conseguiu realizar milagres e maravilhas, conseguindo levar essa difícil e teimosa comunidade árabe a rejeitar a idolatria e aceitar o monoteísmo. ele conseguiu fazer renascer os árabes e transportá-los das trevas para a luz.”6

 

_______________________

1. laura veccia vaglieri, “em defesa do islam”, pág. 43.

2. washingtn irving: “a vida de mohammad”, pág. 300.

3. o conde henry di castri, antigo comandante do exército francês, viveu um tempo na argélia durante a ocupação francesa. entre as suas obras: “o islam: augúrios e pensamentos” e “o oriente saadista”.

4. henry di castri, “o islam: augúrios e pensamentos”, pág. 16-17.

5. escritora inglesa. adotou o islam e visitou o hijaz, cumprindo a peregrinação. escreveu suas recordações da sua viagem num livro denominado: “a peregrinação a makka”, londres, 1943, que foi traduzido para o árabe com o nome “al bahs ‘anillah” (à procura de deus).

6. evelyn kopold: “à procura de deus”, pág. 51 e 66.

 

 




                      Previous article                       Next article




Bookmark and Share


أضف تعليق

You need the following programs: الحجم : 2.26 ميجا الحجم : 19.8 ميجا