عربي English עברית Deutsch Italiano 中文 Español Français Русский Indonesia Português Nederlands हिन्दी 日本の
Knowing Allah
  
  

   

 

terceiro objeto da pesquisa: o respeito à razão

 

lion1 mostra que a beleza da mensagem de mohammad (deus o abençoe e lhe dê paz) é que ela respeita a razão. o islam “não pede a seus seguidores, nunca para anular essa vital propriedade divina. ao contrário das outras religiões que insistem2 com seus seguidores para que aceitem certos princípios sem pensar, nem questionar. e impõem esses princípios com a autoridade da igreja. o islam, porém, incentiva a pesquisa e o questionamento e convoca seus seguidores ao estudo, à investigação e à prospecção, antes da crença. o islam apoia a sabedoria que diz: “demonstre a veracidade de tudo, então, se apegue ao que é bom”. isso não é estranho, uma vez que a sabedoria é o objeto do crente. o conhecimento é o objeto perdido do crente, onde o encontrar é dele. o islam é a religião da razão e da lógica... o islam é a verdade! sua arma é o conhecimento e seu grande inimigo é a ignorância!”3

 

o pensador august comte falando sobre esse ponto e sobre o poder do islam de se relacionar e abranger todas as mentes, filosofias e pensamentos humanos, disse:

 

“a genialidade do islam e seu poder espiritual não se contrariam nunca com a mente, como acontece nas outras religiões, atualmente. não se contrariam com a própria filosofia objetiva, porque o islam caminha a par e passo com a realidade humana, com a crença simples e os rituais práticos e úteis!”4

 

o historiador sedio, em uma comparação extraordinária, disse: “a sociedade islâmica não testemunhou o que a europa testemunhou da petrificação da mente, paralisação do pensamento, o enfraquecimento do espírito, o combate à ciência e aos cientistas. a história nos lembra que trinta e dois mil cientistas foram queimados vivos! sem dúvida que a história do islam não conheceu essa repugnante perseguição à liberdade de pensamento. os muçulmanos foram pioneiros em incentivar a ciência na idade das trevas. nenhuma religião que teve autoridade concedeu aos seus seguidores tanta liberdade como fez o islam.”5

 

mil anos atrás, aproximadamente, quando os cientistas da europa eram queimados vivos, como afirma sedio, o cientista islâmico andaluz, ibn hazm em seu livro: “al fissal fil milal wal ahwá wan nihal” fala sobre a redondeza da terra.6 partindo do alcorão sagrado e da organização fixa para o horário das orações, em todos os continentes da terra.7

 

apesar da europa, na época da igreja, naquele tempo, considerar que era pecado e desvio dizer que a terra era redonda. o mestre da igreja, lacta natius, perguntava-se: “é possível que as pessoas se enlouqueçam ao ponto de entrar em suas mentes que as cidades e as árvores fiquem de cabeça para baixo do outro lado da terra e que os pés das pessoas fiquem acima de suas cabeças?”8

 

________________________________________________

1. prof. aron lion: pesquisador inglês converteu-se ao islam em 1882. era membro honorário em várias sociedades religiosas, da europa e da américa. foi professor de línguas e recebeu várias condecorações honrosas, uma das quais do sultão abdul hamid ii (que deus o tenha em sua graça).

2. talvez imponham.

3. ver arafat kámel achi: “homens e mulheres que adotaram o islam” 6-7.

4. ver arafat kámel achi: “homens e mulheres que adotaram o islam”, pág. 32

5. ver mohammad hussam din al katib: “profeta dos muçulmanos, a religião islâmica e a civilização islâmica”, 41,42.

6. ver ibn hazm: “al fissal fil milal wal ahwá wan nihal”, seção da prova da redondeza da terra, 2/78.

7. ver mohammad hussam din al katib: “profeta dos muçulmanos, a religião islâmica e a civilização islâmica”, pág. 42.

8. ver zighrid honka: “o sol de deus surge no ocidente”, pág. 370.

 




                      Previous article                       Next article




Bookmark and Share


أضف تعليق

You need the following programs: الحجم : 2.26 ميجا الحجم : 19.8 ميجا