عربي English עברית Deutsch Italiano 中文 Español Français Русский Indonesia Português Nederlands हिन्दी 日本の
Knowing Allah
  
  

   

sunnas citadas de manhã:

1 – o versículo do trono: “allah, não há outra divindade além d’ele, o vivente, o autosubsistente."
entre seus frutos: “quem o recitar de manhã estará protegido dos gênios até o anoitecer; quem o recitar ao anoitecer estará protegido até o amanhecer. (narrado por nissá-i e autenticado por albáni);
2 – as suratas: da unicidade, da alvorada e dos humanos. (narrado por abu daoud e tirmizi).
entre seus frutos: quem as repetir três vezes ao amanhecer e ao anoitecer, irão protegê-lo de tudo. é o que diz a mesma tradição;

3 - “a noite e, também, o reino, pertencem a deus, louvado seja deus,  não há outra divindade além de deus, o único, sem parceiro. o relator disse: “acho que o profeta (s) também proferiu essas sentenças, nesta conexão: ‘seu é o reino, seu é o louvor e ele tem poder sobre todas as coisas. ó deus, peço-te todo o bem desta noite e o bem que se seguirá a ela, solicito a tua proteção contra o mal desta noite e o mal que seguirá a ela! ó deus, peço tua proteção contra a letargia e os desmandos de antigamente; peço tua proteção contra o tormento do inferno e o tormento do túmulo! quando amanhecia, ele recitava as mesmas sentenças, substituindo a palavra noite pela palavra manhã.” (musslim);
 


4 – ó allah, com a tua ajuda amanhecemos e anoitecemos, com a tua ajuda vivemos, com a tua ordem morremos e a ti será a ressurreição”;

5 – ó allah, és meu senhor, não há outra divindade além de ti. tu me criaste e eu sou o teu servo. eu sou fiel ao meu convênio e na esperança de alcançar a tua promessa, o quanto puder. peço refúgio em ti contra o mal que cometi. reconheço perante ti as tuas dádivas que me concedeste e confesso os meus pecados. portanto, perdoa os meus pecados, pois ninguém além de ti perdoa os pecados.” (narrada por bukhári);
entre os seus frutos: “quem a fizer com consciência ao anoitecer e morrer naquela noite ingressará no paraíso. o mesmo acontece ao amanhecer.” (é o que consta na mesma tradição);

6 – “ó allah, amanheceu. faço-te testemunha e aos que carregam o teu trono, os teus anjos e todas as tuas criaturas que não há outra divindade além de ti, único, sem parceiros, e que mohammad é teu servo e mensageiro” (quatro vezes) (narrada por abu daoud e nassá-i nos “atos diários”;
entre seus frutos: quem a fizer ao amanhecer ou ao anoitecer, quatro vezes, allah o libertará do inferno.
• ao anoitecer, diz: “ó allah, anoiteceu”;
7 – “toda graça que me acontece ou a alguém de tuas criaturas; provém de ti, não tens parceiros, a ti pertence o louvor e o agradecimento.” (narrado por abu daoud e nassá-i nos “atos diários).
entre seus frutos: quem a pronunciar ao amanhecer cumprirá o agradecimento de seu dia e quem a pronunciar ao anoitecer cumprirá o agradecimento de sua noite, como a tradição nos diz;
8 – “ó allah, concede segurança e saúde ao meu corpo, à minha audição, à minha visão, não há outra divindade a não ser tu. ó allah, peço refúgio em ti contra a incredulidade, da pobreza e do castigo do túmulo, não há outra divindade a não ser tu.” (três vezes). narrado por abu daoud e ahmad;
9 – “allah me é suficiente, n’ele confio, o senhor do magnífico trono.” (sete vezes). compilado por ibn assuni e abu daoud.
entre seus frutos: quem pronunciar ao amanhecer e ao anoitecer, sete vezes, allah lhe será suficiente e não será afligido por nenhuma coisa do mundo ou de outra vida, de acordo com a própria tradição;
10 – ó allah, peço perdão e segurança neste mundo e no outro. ó allah, peço perdão, segurança em minha religião, em meus assuntos mundanos, em minha família e em meus bens. ó allah encobre minhas faltas e conserva-me seguro das coisas que temo. ó allah, protege-me pela frente, por trás, pela direita, pela esquerda e por cima de mim. peço refúgio em tua grandeza que seja tragado pela terra.” (narrado por abu daoud e ibn mája);

11 – ó allah, conhecedor do desconhecido e do conhecido, criador dos céus e da terra, senhor e possuidor de tudo. presto testemunho que não há outra divindade além de ti. peço refúgio em ti contra os meus malefícios e os malefícios do demônio e os seus incitadores ao politeísmo, de ser suspeito de maldade ou atribuir a maldade a um muçulmano.” (narrado por tirmizi e abu daoud);
12 – em nome de allah, com cujo nome nada no céu ou na terra pode causar dano. ele é o oniouvinte, o onisciente.” (três vezes). (narrado por abu daoud, tirmizi, ibn mája e ahmad);
entre seus frutos: quem pronunciar três vezes ao amanhecer e ao anoitecer, nada lhe fará mal);
13 – aceito a allah como senhor, ao islam como religião, a mohammad (allah o abençoe e lhe dê paz) como profeta” (três vezes). narrado por abu daoud, ytimizi, nassá-i e ahmad).
entre seus frutos: quem pronunciar três vezes ao amanhecer e ao anoitecer terá o direito de ser satisfeito por allah no dia da ressurreição;
14 – “ó vivente autosubsistente, peço o auxílio de tua misericórdia. reforma todos meus assuntos e não me deixe sozinho por nenhum piscar dos olhos.” (narrada por hákim e autenticado por zahabi);
15 – amanhecemos na natureza do islam, na palavra da sinceridade, na religião do nosso profeta mohammad, na comunidade do nosso patriarca abraão, o monoteísta, o muçulmano e que nunca foi dos idólatras.” (narrada por ahmad);
16 – glorificado e louvado seja allah.” (cem vezes (narrada por musslim).
entre seus frutos: quem pronunciar cem vezes ao amanhecer e ao anoitecer, ninguém, no dia da ressurreição comparecerá com algo melhor do que ele, a não ser quem disser o mesmo e acrescentar mais ainda. outro fruto de quem pronuncia é anular os seus pecados, mesmo que sejam do número das espumas do mar;
17 - não há outra divindade além de allah, único, sem parceiros, a ele pertencem a soberania, o louvor e tem poder sobre todas as coisas.” (cem vezes ao amanhecer). (narrada por bukhári e musslim).
entre seus frutos: quem pronunciar cem vezes diariamente, ser-lhe-á:
1 – equivalente a libertar dez escravos;
2 – ser-lhe-ão registradas cem benevolências;
3 – ser-lhe-ão perdoados cem pecados.
4 – ser-lhe-á dada proteção contra satanás naquele dia até anoitecer);
18 – “peço perdão a allah e me arrependo dos meus pecados.” (cem vezes diariamente). (narrada por bukhári e musslim);
19 – “ó allah, peço-te um conhecimento útil, bens lícitos e atos aceitos” ao amanhecer. (narrada por ibn mája);
20 – glorificado e louvado seja do número de suas criaturas, de sua satisfação, da beleza de seu trono e do número de suas palavras” (três vezes). (narrada por musslim);
21 – “peço refúgio nas palavras perfeitas de allah do mal que ele criou” (três vezes) ao anoitecer). narrado por tirmizi, ibn mája e ahmad.
• cada vez que citar essas recordações estará cumprindo uma sunna. é dever do muçulmano ser assíduo nessa prática no amanhecer e ao anoitecer para auferir o maior número de cumprimento de sunnas.
• é dever do muçulmano citar essas recordações com sinceridade, veracidade e convencimento, que sinta os seus significados para influenciar na realidade de sua vida, em seu caráter e conduta.
   




                      Previous article                       Next article




Bookmark and Share


أضف تعليق

You need the following programs: الحجم : 2.26 ميجا الحجم : 19.8 ميجا