1. Articles
  2. Artigos
  3. A Jornada para a Outra Vida (parte 3 de 8): O Crente no Dia do Juízo

A Jornada para a Outra Vida (parte 3 de 8): O Crente no Dia do Juízo

Under category : Artigos
1365 2014/06/30 2022/09/25

O Dia do Juízo

“Nesse Dia, o homem fugirá do seu irmão, da sua mãe e do seu pai, da sua esposa e dos seus filhos.  Porque nesse dia, a cada qual bastará a preocupação consigo mesmo.” (Alcorão 80:34-37)

 


A Hora da Ressurreição será um evento aterrador e esmagador.  Ainda assim, apesar do seu trauma, o crente estará em êxtase, assim como o Profeta Muhammad, que Deus o exalte, relatou de seu Senhor:


Deus diz, “Por Minha Glória e Majestade, Eu não darei ao Meu servo duas seguranças e dois terrores.  Se ele se sente seguro de Mim no mundo[1], Eu instilarei o temor nele no Dia em que reunirei Meus servos; e se ele Me teme no mundo, Eu o farei sentir seguro no Dia em que reunirei Meus servos.”[2]


“Não é, acaso, certo que os diletos de Deus jamais serão presas do temor, nem se atribularão? Estes são os crentes e são tementes.  Obterão alvíssaras de boas novas na vida terrena e na outra; as promessas de Deus são imutáveis.   Tal é o magnífico benefício.” (Alcorão 10:62-64)


Quando todos os humanos criados forem reunidos para se apresentarem nus e não circuncisados em uma grande planície sob o calor escaldante do Sol, uma elite de homens e mulheres piedosos terão a sombra do Trono de Deus.  O Profeta Muhammad previu quem essas almas afortunadas serão, no Dia em que não haverá nenhuma sombra:[3]


·  um governante justo que não abusou de seu poder, mas estabeleceu a justiça divinamente revelada entre as pessoas.


·        um homem jovem que cresceu na adoração de seu Senhor e controlou seus desejos para permanecer casto


·        aqueles cujos corações estavam ligados às mesquitas, desejando retornar toda vez que as deixavam


·        aqueles que amavam uns aos outros em nome de Deus

·        aqueles que foram tentados por belas mulheres sedutoras, mas seu temor a Deus os preveniu de pecar


·        aquele que despendeu sinceramente pela causa de Deus, mantendo a sua caridade em segredo.


·        aquele que chorava solitariamente por temor a Deus

Atos específicos de adoração também manterão as pessoas seguras naquele dia:

·        esforços nesse mundo para aliviar os sofrimentos dos aflitos, ajudar os necessitados e deixar passar os erros de outros aliviarão a própria aflição no Dia do Juízo[4]

·        a leniência em relação aos endividados[5]

·        os justos que são razoáveis com suas famílias e questões confiadas a eles[6]

·        aquele que controla a sua raiva[7]

·        quem quer que faça a chamada para a oração[8]

·        aquele que envelheceu no Islã[9]

·        a realização da ablução ritual (wudu’) de forma regular e correta[10]

·        os que lutaram ao lado de Jesus, filho de Maria, contra o Anticristo e seu exército[11]

·        os mártires

Deus trará o crente para perto de Si, o abrigará, cobrirá, e o perguntará sobre seus pecados.  Após reconhecer seus pecados ele acreditará que está condenado, mas Deus dirá:

“Eu ocultei seu pecado no mundo, e Eu o perdôo por ele nesse Dia.”

Ele será advertido por suas falhas,[12] mas depois receberá seu registro de boas ações em sua mão direita.[13]

“Quanto àquele a quem for entregue o registro na mão direita, será julgado com doçura e retornará, regozijado, aos seus.” (Alcorão 84:7-8)

Feliz ao olhar para seu registro, ele anunciará sua alegria:

 


“Então, aquele a quem for entregue o seu registro, na mão direita, dirá; ‘Ei-lo aqui! Lede o meu registro;  Sempre soube que prestaria contas!’  E ele gozará de uma vida prazenteira, em um jardim sublime, cujos frutos estarão ao seu alcance.  (E será dito àqueles que lá entrarem): ‘Comei e bebei com satisfação, pelo bem que propiciastes em dias pretéritos!’” (Alcorão 69:19-24)


O registro das boas ações será então pesado, literalmente, para determinar se excede o registro de más ações, e a recompensa ou punição será aplicada de acordo. 


“E instalaremos as balanças da justiça para o Dia da Ressurreição. Nenhuma alma será defraudada no mínimo que seja;   mesmo se for do peso de um grão de mostarda, tê-lo-emos em conta.  Bastamos Nós por cômputo.” (Alcorão 21:47)

“Quem tiver feito o bem, quer seja do peso de um átomo, vê-lo-á (os bons frutos de seu trabalho).” (Alcorão 99:7)

“O que terá mais peso na Balança de uma pessoa no Dia da Ressurreição [depois do testemunho de fé] será boas maneiras, e Deus odeia uma pessoa obscena e imoral.” (Al-Tirmidhi)


Os crentes saciarão sua sede em um reservatório especial dedicado ao Profeta Muhammad.  Quem quer que beba dele nunca experimentará sede novamente.  Sua beleza, imensidão, doçura e excelente sabor foram descritos em detalhes pelo Profeta.


Os crentes no Islã – tanto os pecadores quanto os piedosos – assim como os hipócritas, serão deixados em uma grande planície depois dos descrentes serem levados para o Inferno.  Uma grande ponte atravessando o Inferno e envolta em escuridão os separará do Paraíso.[14]  Os crentes receberão força e conforto em sua rápida travessia sobre o fogo estrondoso do Inferno e terão a ‘luz’ que Deus colocará à sua frente, guiando-os para sua eterna morada:


“(Será) o dia em que verás (ó Muhammad) os crentes e as crentes com a luz a se irradiar, ante eles, pela sua crença. Nesse dia vos alvissaremos com jardins, abaixo dos quais correm os rios, onde morareis eternamente.  Tal é o magnífico benefício.” (Alcorão 57:12)


Finalmente, após cruzar a ponte, o crente será purificado antes de entrar no Paraíso.  Todas as ofensas entre os crentes serão resolvidas para que nenhum homem nutra ressentimento em relação a outro.[15]



Footnotes:

[1] No sentido de que ele não teme a punição de Deus e assim comete pecados.

[2] Silsila Al-Saheehah.

[3] Saheeh Al-Bukhari.

[4] Saheeh Al-Bukhari.

[5] Mishkat.

[6] Saheeh Muslim.

[7] Musnad.

[8] Saheeh Muslim.

[9] Jami al-Sagheer.

[10] Saheeh Al-Bukhari.

[11] Ibn Majah.

[12] Mishkat.

[13] Saheeh Al-Bukhari. Um sinal de que eles são dos habitantes do Paraíso, em oposição àqueles que receberão seus registros em suas mãos esquerdas ou atrás de suas costas.

[14] Saheeh Muslim.

[15] Saheeh Al-Bukhari.

Previous article Next article
O Website do Profeta Maomé, O Mensageiro de AláIt's a beautiful day