1. Galeria
  2. As sunnas do Fajr são várias

As sunnas do Fajr são várias

44 2020/04/08
As sunnas do Fajr são várias

A Sunna do Fajr é a primeira do dia que o muçulmano realiza em sua rotina. E tal Sunna, compreende várias outras Sunnas. Antes de descrevê-las, penso que é pertinente mencionar primeiro as sunnas permanentes que o muçulmano realiza juntamente com as orações obrigatórias, cujo número de rakas é doze.

Umm Habiba (que Allah esteja satisfeito com ela) disse:

“Ouvi o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) dizer: ‘A quem reza doze rakas durante o dia, Allah o Majestoso e Sublime, lhe construirá uma casa no Paraíso’”

(Tirmidhi 415 e o declarou: Hasan Sahih).

- É preferível oferecer tais sunnas diárias em casa.

Zaid Ibn Zabit (que Allah esteja satisfeito com ele) narrou que o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse:

“Ó povo! Realizem suas orações (voluntárias) em suas casas, já que a melhor oração é aquela que se realiza em casa, exceto as orações obrigatórias”

(Bukhari 7290 e Muslim 781).

         A mais importante das sunnas diárias.

A mais importante das sunnas diárias são as duas rakas antes do Fajr, segundo os seguintes hadiths:

a) Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela) disse:

“Não deixava as duas rakas antes do Fajr sob nenhuma circunstância”

(Bukhari 1196 e Muslim 724).

b)

Aisha, (que Allah esteja satisfeito com ela) narrou que o Profeta disse:

“As duas rakas do Fajr são melhores do que o mundo inteiro”

(Muslim 725).

A Sunna do Fajr inclui vários assuntos:

Primeiro. Sua legalidade durante a viagem ou a residência como já explicamos. Quanto às demais sunnas, é preferível não fazê-las durante a viagem, como as sunnas das orações do meio-dia, do anoitecer e da noite.

Segundo. Sua recompensa é superior ao mundo inteiro.

Terceiro. É preferível a brevidade ao realizá-las, conforme indicado no seguinte texto:

Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela) disse:

“O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) costumava realizar as duas rakas que precedem a oração do Fajr com tal rapidez que eu tive a inquietude de se havia recitado Al Fatiha ou não”

(Bukhari 1171 e Muslim 724).

No entanto, ao realizá-la com rapidez não deve ser ao ponto de arruinar a oração por não cumprir seus pilares.

Quarto. É Sunna recitar o capítulo de Al Kafirun (108) na primeira raka depois de Al Fatiha e ler o capítulo de Al Ikhlass (112) na segunda.

Alternativamente, a pessoa pode recitar na primeira raka: {Dizem: “Cremos em Allah e no que foi revelado para nós, e no que fora revelado para Abraão e Ismael e Isaque e Jacó e para as tribos; e no que fora concedido a Moisés e a Jesus, e no que fora concedido aos profetas, por seu Senhor. Não fazemos distinção entre nenhum deles. E, para Ele, somos moslimes”} [Alcorão 2: 136].

Na segunda raka, pode recitar: {Diga: “Oh, Povo do Livro! Vamos concordar com uma crença comum: não adoraremos nada a não ser Allah, não iremos associá-lo a nada e não tomaremos ninguém como uma divindade fora de Allah ”. Mas se eles não aceitarem, diga: “Sede testemunhas de que somente adoramos a Allah”} [Alcorão 3:64]. De acordo com o relato de Abdullah Bin ‘Abbas registrado em Sahih Muslim, o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) às vezes recitava na segunda raka o versículo 52 da sura 3.

Quinto. É Sunna reclinar-se sobre o lado direito após terminar a oração Sunna do Fajr.

A evidência: Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela) narrou que:

“O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) reclinava-se sobre o seu lado direito quando terminava de realizar as duas rakas da Sunna do Fajr”

(Bukhari 1160 e Muslim 736).

O Website do Profeta Maomé, O Mensageiro de AláIt's a beautiful day