1. Fotos
  2. Du’a (súplica).

Du’a (súplica).

10 2020/04/09
Du’a (súplica).

Em seguida, mencionaremos o que a Sunna ensina acerca de como fazer du’a:

a) Estar de ablução

O hadith de Abu Musa Al Ash’ari e a história com seu tio Abu ‘Amer quando o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) o enviou ao exército dos Awtas. ‘Amer morreu como um mártir e o Profeta aconselhou a Abu Musa iniciar suas súplicas por seu tio pedindo paz e bênçãos para o Profeta e depois pedir por seu tio. Abu Musa disse:

“Eu disse ao Profeta sobre o pedido de Abu ‘Amer antes de morrer que o Profeta pedira perdão por ele”. Então, o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) pediu água para fazer a ablução. Levantou as mãos e disse: “Ó Allah! Perdoe Abu ‘Amer”. Abu Musa disse: “Eu vi a brancura de sua axila”. Então o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Ó Allah! Eleve seu grau no Dia do Juízo”

(Bukhari 4323 e Muslim 2498).

b) Orientar-se em direção à qibla

Omar Ibn Al-Khattab narrou:

“Quando foi o dia da batalha de Badr, o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) observou os incrédulos, e eram mil, enquanto que seus próprios companheiros eram trezentos e dezenove. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) direcionou-se para a qibla. Então elevou as mãos e começou sua súplica ao seu Senhor dizendo: “Ó Allah, faça por mim o que me tens prometido. Ó Allah, faça o que me tens prometido. Ó Allah, se este pequeno grupo de muçulmanos for aniquilado, não haverá ninguém para Te adorar nesta terra”. Assim, ele continuou sua súplica a seu Senhor, elevando as mãos, direcionado à qibla, até que seu manto deslizou por seus ombros. Abu Bakr se aproximou dele e devolveu o manto em seus ombros. Então o abraçou por trás e disse: “Profeta de Allah, esta súplica é suficiente, e Ele cumprirá o que prometeu a Ti...”

(Muslim 1763).

c) Elevar as duas mãos

No hadith anterior narrado por Omar diz: “O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) direcionou-se para a qibla. Então elevou as mãos e começou sua súplica ao seu Senhor. ”

d) Começar o du’a louvando a Allah e pedindo paz e bênçãos pelo Profeta.

Fadalah Ibn ‘Obaid narrou que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) ouviu um homem suplicar durante a oração. O homem disse:

“Ó Allah, perdoe-me e tem piedade de mim!” Então o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Foste impaciente. Quando fores fazer uma súplica, primeiro louve a Allah, peça a Allah que exalte minha menção, e então peça a Allah o que quiser ” .

(Tirmidhi 3476. Al Albani classificou como Sahih).

e) Fazer du’a com os belos nomes de Allah

O muçulmano deve escolher o nome que corresponde à sua necessidade e, assim, é mais provável que o seu du’a seja respondido. Por exemplo, se alguém está invocando a Allah para seu sustento, é melhor dizer: “Ó Allah! Tu que és o Razzaq (Provedor)! ... Se está suplicando por misericórdia, é melhor dizer: “Ó Allah! Tu que és Arhaman Ar-Rahim (o Mais Misericordioso) ... ”. Se está invocando sua dignidade, é melhor dizer: “Ó Allah, Tu que és o Aziz (Todo Poderoso) ...”. Se está pedindo perdão a Allah, é melhor dizer: “Ó Allah! Tu que és o Ghafur (Perdoador) ... ”, etc.

Isto é o que o nos orienta o versículo do Alcorão:

{E de Allah são os ma is belos nomes: então, invocai-O com eles}

[7: 180].

f) Repetir e insistir no du’a

Omar narrou que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse:

“Ó Allah, faça o que me tens prometido. Ó Allah, cumpra o que me tens prometido”, e continuou suplicando ao seu Senhor, elevando as mãos, orientado para a qibla, até que seu manto escorregou de seus ombros. Então Abu Bakr se aproximou dele, pegou seu manto e colocou-o sobre os ombros”

(Muslim 1763).

Por outro lado, Abu Hurairah (que Allah esteja satisfeito com ele) narrou que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) fez du’a para a tribo de Daws e disse:

“Ó Allah, guia a tribo de Daws! Ó Allah, guia a Daws e traga-os aqui como muçulmanos”

(Muslim 2524).

O hadith onde o Profeta nos informa de:

“Um homem que faz uma longa viagem, cujo cabelo está desgrenhado e sujo de poeira, e que levanta as mãos para o céu dizendo: ‘Ó Senhor! Ó Senhor!’”

(Muslim 1015).

É Sunna fazer du’a três vezes, e isto é retirado do hadith de Ibn Mas’ud (que Allah esteja satisfeito com ele), onde ele diz que o Profeta

(que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) suplicou a Deus contra a tribo de Quraish três vezes

(Bukhari 240 e Muslim 1794).

g) Fazer du’a em secreto

Allah Todo-Poderoso disse:

{Invocai a vosso Senhor, humilde e secretamente...}

[Alcorão 7:55].

Fazer du’a em secreto é mais sincero

, por isso Allah elogiou o profeta Zacarias dizendo:

{Quando ele chamou por seu Senhor, em secreto chamado}

[Alcorão 19:3].

Alguns exegetas disseram que o fez para ser sincero.

         Benefício: Alguém poderia dizer: O que devo pedir no du’a?

O muçulmano deve fazer du’a para pedir o que deseja deste mundo ou da próxima vida. É melhor usar os du’as que se encontram no Alcorão e na Sunna, já que incluem todas as coisas boas deste mundo e do outro. Quando alguém fez esta mesma pergunta ao Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), ele respondeu com grandiosas palavras que contêm o bem nesta vida e na outra que está por vir. Preste atenção a tão grande alvíssara:

Abu Malik Al Ashya’i informou de seu pai que um homem veio ao Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e disse:

“Ó Mensageiro de Allah! O que devo dizer quando suplico ao meu Senhor? O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Diga: ‘Al-lahumma ighfir li warhamni wa ‘afini war zuqni’ (Ó Allah! Perdoa-me, tem misericórdia de mim, proteja-me e dá-me o sustento), e elevava o dedo indicador ao falar. Então ele disse: “Esta súplica lhe proporciona todas as coisas boas desta vida e da outra”

(Muslim 2697).

Em outra narração é relatado que quando um homem se encontrava com o Profeta, foi instruído a usar estas palavras para suplicar:

“Ó Allah! Perdoa-me, tem misericórdia de mim, guia-me, protege-me em ambas as vidas e dá-me sustento”

(Muslim 2697).

         Benefício: É Sunna orar pelo seu irmão quando ele não o vê ou ouve, e será uma súplica aceita se Allah quiser, e quem o fizer será generosamente recompensado.

Abud Darda narrou que o Profeta disse:

“O du’a de uma pessoa por seu irmão muçulmano em sua ausência será atendida. Sobre sua cabeça está um anjo, e toda vez que pede algo bom para seu irmão, o anjo que foi designado para estar com ele diz: “Amin, e igualmente para ti”

(Muslim 2733).

O Website do Profeta Maomé, O Mensageiro de AláIt's a beautiful day