1. Articles
  2. A CRENÇA dos Seguidores do Profeta Muhammad e a tendência da maioria dos Muçulmanos
  3. Mensageiros

Mensageiros

Auther : Shaikh: Muhammad as-Saleh Al-Uthaimin

Crença nos Mensageiros:

Acreditamos que Allah enviou para a humanidade mensageiros que:

 “Trazem boas notícias e avisos, de modo que a humanidade não pudesse ter qualquer argumento contra Allah após os mensageiros. Allah é Todo-Poderoso, Todo-Sábio” (4:165)

O primeiro e o último dos mensageiros:

Acreditamos que o primeiro dos mensageiros foi Noé e o último foi Muhammad, que a paz esteja com todos eles.

“Nós revelamos a vós como revelamos a Noé e os profetas depois dele” (4:163)

 “Muhammad não é o pai de nenhum dos vossos homens, mas sim o Mensageiro de Deus e o selo dos profetas” (33:40)

Os melhores Mensageiros:

Acreditamos que o melhor entre os mensageiros é Muhammad seguido de Abraão, Moisés, Noé e Jesus filho de Maria. São eles que são mencionados no seguinte verso do Alcorão:

 “E quando obtivemos um acordo dos profetas e de vós e de Noé e de Abraão e em seguida Moisés e Jesus filho de Maria. Obtivemos deles um acordo solene” (33:7)

Acreditamos que a mensagem de Muhammad, a paz esteja com ele, inclui todos os méritos das mensagens dos dignos mensageiros porque Allah diz:

“Ele ordenou a vós o que Ele impôs a Noé e o que revelou a vós impôs a Abraão, Moisés e Jesus; ou seja, estabelecer a fé e ser unidos nela” (42:13)

Os Mensageiros são seres humanos:

Acreditamos que todos os mensageiros são criados, seres humanos, que não têm nenhuma das qualidades divinas de Allah. Allah, O Altíssimo disse sobre Noé, que foi o primeiro entre eles:

“Eu não te digo: ‘Eu possuo os tesouros de Allah’, ‘Não sei o invisível’, e não digo ‘Eu sou um anjo’” (11:31)

Allah ordenou Muhammad, que foi o último entre eles, a dizer:

 “Eu não vos digo que possuo os tesouros de Deus, nem que sei o invisível, e não vos digo que sou um anjo” (6:50), e que dissesse:

“Eu não tenho poder para me prejudicar ou beneficiar a mim mesmo, mas apenas como Allah quer” (7:188)

 “Eu não tenho poder para vos prejudicar ou beneficiar. Digo ninguém me pode proteger de Allah, nem posso encontrar qualquer refúgio além d’Ele” (72:21-22)

Acreditamos que os mensageiros estão entre os servos de Allah. Ele abençoou-os com a mensagem e descreveu-os como servos, no contexto de louvar e honrar. Ele diz sobre Noé, que foi o primeiro entre eles:

“Vós sois os descendentes daqueles que carregamos com Noé, ele foi um servo verdadeiramente grato” (17:3).

Allah disse sobre o último entre eles, Muhammad, a paz esteja com ele:

“Bendito seja aquele que revelou o Alcorão ao seu servo, para prevenir a humanidade” (25:1).

No que diz respeito a alguns outros mensageiros, Ele disse:

 “E menciona Nossos servos Abraão, Isaac e Jacó, homens de bravura e visão” (38:45);

“E lembrem Nosso servo David, que era um homem poderoso e penitente” (38:17).

 “E a David concedemos Salomão, ele era um excelente e penitente servo” (38:30).

Allah disse sobre Jesus, filho de Maria:

 “Ele é apenas um servo, o qual abençoamos e fizemos dele um exemplo para os filhos de Israel” (43:59).

Acreditamos que Allah concluiu todas as mensagens com a mensagem de Muhammad, a paz esteja com ele, para todas as pessoas, porque Ele disse:

 “Diz, ‘Ó humanidade, sou o mensageiro de Allah para todos vós. A Ele pertence o reino dos Céus e da Terra; Não existe outro Deus além d’Ele. Ele ordena a vida e a morte. Crede em Allah e no Seu Mensageiro, o Profeta analfabeto, que crê em Allah e Suas palavras. Segui-o para que possam ser bem encaminhados” (7:158)

Islão a mensagem Final e Universal:

Acreditamos que a mensagem do profeta Muhammad, a paz esteja com ele, é a religião do Islão, que Allah escolheu para os seus servos. Ele não aceita de ninguém qualquer outra religião, pois o Altíssimo disse:

“Certamente, a verdadeira religião de Allah é o Islão” (3:19),

 “Hoje aperfeiçoei a vossa religião para vós e completei o Meu favor para vós, e Escolhi o Islão para vossa religião” (5:3),

 “Quem quer que deseje uma religião, diferente do Islão, nunca será aceite por Ele, e na vida do Além, estará entre os perdedores” (3:85)

É nossa opinião que quem afirma que qualquer religião diferente do Islão é aceitável, como o Judaísmo, o Cristianismo e assim por diante é um descrente. Ele deve ser convidado a arrepender-se.

Também é nossa opinião que quem rejeita a mensagem universal de Muhammad, a paz esteja com ele, rejeita a mensagem de todos os mensageiros, mesmo que alegue que acredita e segue o seu mensageiro. Allah, o Altíssimo disse:

 “O povo de Noé rejeitou os mensageiros” (26:105).

Assim Allah considera que rejeitaram todos os mensageiros, apesar do fato de não haver mensageiros antes de Noé. Isto é também evidente a partir dos seguintes versos:

 “Aqueles que não crêem em Allah e Seus mensageiros e pretendem fazer divisão entre Allah e seus mensageiros, e dizem: ‘Cremos nalguns e descremos noutros’ que pretendem tomar um meio curso. Estes são na verdade, os descrentes, e Temos preparado para os descrentes um humilhante castigo” (4:150-51).

Acreditamos que não há profeta após Muhammad, o Mensageiro de Allah, que a paz esteja com ele. Quem afirma divindade profética depois dele, ou acredita em alguém que o diz, é um descrente, e aquele que rejeita Allah, Seu mensageiro e o consenso Islâmico.

Os Califas corretamente guiados:

Acreditamos que o Profeta, que a paz esteja com ele, guiou os seus sucessores a continuar com a sua Sunna, a expandir o conhecimento apelando ao Islão e a lidar com os assuntos dos Muçulmanos. Acreditamos que o melhor entre eles e assim com mais direito ao califado foi Abu Bakr as-Siddiq e em seguida Umar Ibn al-Khattab, depois Uthman Ibn Affan e depois Ali Ibn Abi Talib, que Allah esteja satisfeito com todos eles. Assim a sua sucessão ao califado foi de acordo com as suas virtudes. Allah, O Altíssimo, que possui infinita sabedoria, não iria nominar um governante, sobre a melhor das gerações a menos que ele fosse o mais superior entre eles e que tivesse a melhor alegação de califado.

Acreditamos que o inferior entre esses companheiros corretamente guiados, pode ser superior a numa virtude específica em relação àqueles que eram melhores do que ele, mas não merece superioridade absoluta, porque os elementos que constituem a superioridade são variados e numerosos.

Acreditamos que a Nação Muçulmana é a melhor entre as nações, e Allah, O Altíssimo, O Digno, abençoou-a porque disse:

 “Vós sois a melhor nação alguma vez trazida para a humanidade, apreciando o que está certo e proibindo o que está errado, e acreditando em Allah” (3:110)

Os companheiros do Profeta:

Acreditamos que os melhores entre a nação Muçulmana são os companheiros do Profeta, em seguida os seus seguidores e depois os que lhes seguiram.

Acreditamos também que um grupo desta nação permanecerá sempre vitorioso no caminho certo, ilesos contra aqueles que os criticam o pelos que se opõem, até ao Dia do Julgamento.

Acreditamos que apesar das disputas que ocorreram entre os companheiros do Profeta, alcançaram interpretações sinceras, e que trabalharam arduamente para alcançá-las. Quem quer que tivesse razão seria recompensado duas vezes e quem quer que estivesse errado seria recompensado uma vez e seu erro seria perdoado.

É nossa opinião que no devemos de falar sobre seus erros e mencionar que eles merecem belos elogios. Devemos purificar nossos corações de ódio e malícia contra qualquer um deles porque Allah disse sobre eles:  

“Eles não são iguais: aqueles entre vós que passaram e que lutaram antes da conquista de Meca. Esses são mais altos na hierarquia do que aqueles que passaram e combateram posteriormente. Porém Allah prometeu a todos uma grande recompensa.” (57:10)

E Allah disse sobre nós:

 “E aqueles que vieram depois dizem: Ó Senhor nosso perdoa-nos e aos nossos irmãos, que nos precederam na fé, e não ponha nos nossos corações qualquer malícia contra aqueles que acreditavam. Ó Senhor nosso Tu és O mais Bondoso, O mais Misericordioso” (59:10)

Previous article Next article
O Website do Profeta Maomé, O Mensageiro de AláIt's a beautiful day