1. Articles
  2. Artigos
  3. Jesus é Deus? (parte 2 de 4)

Jesus é Deus? (parte 2 de 4)

Under category : Artigos
1755 2013/12/10 2022/09/25

7.    A Bíblia diz que os discípulos não acreditavam que Jesus era Deus.

Os Atos dos Apóstolos na Bíblia detalha a atividade dos discípulos em um período de trinta anos após Jesus, que Deus o exalte, ser elevado aos céus.  Ao longo desse período, eles nunca se referiram a Jesus como Deus.  Por exemplo, Pedro se levantou com os onze discípulos e se dirigiu à multidão dizendo:

Atos 2:22 “Homens de Israel, ouçam estas palavras: Jesus de Nazaré era um homem aprovado por Deus entre vós por milagres, prodígios e sinais, que Deus por ele fez no meio de vós, como vós mesmos bem sabeis.”

Para Pedro, Jesus era um servo de Deus (confirmado em Mateus 12:18):

Atos 3:13 “O Deus de Abraão, Isaque e Jacó, o Deus de nossos antepassados, glorificou seu servo Jesus.”

Atos 3:26 “Deus suscitou seu servo...”


Quando confrontado pela oposição das autoridades, Pedro disse:


Atos 5:29-30 “Importa antes obedecer a Deus que aos homens.  O Deus de nossos pais que ressuscitou Jesus...”


Os discípulos oraram a Deus como foram ordenados por Jesus em Lucas 11:2, e consideravam Jesus como servo de Deus,


Atos 4:24 “...eles elevaram suas vozes unanimemente em oração a Deus.  ‘Senhor,’ eles disseram, ‘tu que fizestes os céus, a terra e o mar, e tudo que neles há.’”


Atos 4:27 “...teu santo servo Jesus, ao qual ungiste.”

Atos 4:30 “...de Teu santo servo Jesus.”


Isso é exatamente o que o Alcorão afirma de Jesus:


Alcorão 19:30 “...Eu sou de fato um servo de Deus.”


8.    A Bíblia diz que Jesus era um servo de Deus, um escolhido, e amado.


Mateus 12:18 “Eis aqui o meu servo que escolhi, em quem a minha alma se compraz.”

Se Jesus é servo de Deus, Jesus não pode ser Deus.


9.    A Bíblia diz que Jesus não podia Fazer Nada por Si Mesmo.


João 5:19 “O filho de si mesmo nada pode fazer; senão o que vir o Pai fazer.”


João 5:30 “Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma.”


Jesus não se considerava igual a Deus, ao contrário, ele negou fazer qualquer coisa por si mesmo.

10.  A Bíblia diz que Deus realizou milagres através de Jesus e Jesus era limitado no que ele podia fazer.


Mateus 9:8 “E as multidões, vendo isso, temeram, e glorificaram a Deus, que dera tal autoridade aos homens.”


Atos 2:22 “um homem aprovado por Deus para vós com milagres, prodígios e sinais que Deus realizou através dele no meio de vós, como vós mesmos bem sabeis.”

Atos 10:38 “...ele andou por toda a parte fazendo o bem e curando a todos os oprimidos pelo diabo, porque Deus estava com ele.”


Se Cristo fosse Deus, a Bíblia simplesmente diria que o próprio Jesus fez milagres, sem fazer referência a Deus.  O fato de que era Deus suprindo o poder para os milagres mostra que Deus é maior que Jesus.


Jesus também era limitado na realização de milagres.  Uma vez Jesus tentou curar um cego, o homem não foi curado após a primeira tentativa, e Jesus tentou uma segunda vez (Marcos 8:22-26). Uma vez uma mulher foi curada de sua hemorragia incurável.  A mulher veio por trás dele e tocou seu manto, e ela foi imediatamente curada.  Mas Jesus não tinha idéia de quem o tocou:

Marcos 5:30 “E logo Jesus, percebendo em si mesmo que saíra dele poder,   virou-se no meio da multidão e perguntou, ‘Quem me tocou as vestes?’”


Marcos 6:5 “Ele não podia fazer ali nenhum milagre, a não ser curar alguns enfermos, impondo-lhes as mãos.”


De forma muito óbvia, alguém com tais limitações não pode ser Deus.  O poder dos milagres não estava dentro de Jesus.


11.  A Bíblia diz que em momentos de fraqueza os anjos fortaleciam Jesus; Deus, entretanto, não precisa ser fortalecido.


Lucas 22:43 “Então lhe apareceu um anjo do céu, que o confortava.”

Marcos 1:13 “E esteve no deserto quarenta dias sendo tentado por Satanás; estava entre as feras, e os anjos o serviam.”

Homens precisam ser fortalecidos; Deus não, porque Deus é Todo-Poderoso.  Se Jesus tinha que ser fortalecido, ele não devia ser Deus.

12.  A Bíblia diz que Jesus queria que a vontade de Deus fosse feita, não a sua própria.

Lucas 22:42: “não se faça a minha vontade, mas a tua.”

João 5:30 “Eu não procuro a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.”

João 6:38 “Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.”

Alguns membros da Trindade coigual são subservientes, e menos iguais, que os outros membros?  Mesmo que tenham vontades diferentes (“eu não procuro a minha vontade”), eles obedecem sem questionar as ordens dos outros (“a vontade daquele que me enviou”)?  Jesus admite subordinar sua própria vontade, ainda assim de acordo com a doutrina trinitariana eles devem ter todos a mesma vontade.  Um dos parceiros triunos deve abrir mão de sua própria vontade em favor da vontade de outro membro da Trindade?  Não devem ter todos exatamente a mesma vontade?


13.  A Bíblia diz que Jesus considerava o testemunho de Deus como separado do seu.

Jesus considerava a si próprio e a Deus como dois, não “um.”


João 8:17 e 18: “Eu dou testemunho de mim mesmo e o Pai que me enviou também dá testemunho de mim.”


João 14:1 “Não se turbe o vosso coração.  Credes em Deus, crede também em mim.”


Se Jesus fosse Deus, ele não teria considerado o testemunho de Deus como separado do seu.

Previous article Next article
O Website do Profeta Maomé, O Mensageiro de AláIt's a beautiful day