عربي English עברית Deutsch Italiano 中文 Español Français Русский Indonesia Português Nederlands हिन्दी 日本の
Knowing Allah
  
  

   

as sunnas após a oração

1 – o pedido de perdão, três vezes: “o dizer: ó allah, és a paz e a paz provém de ti, abençoado sejas, possuidor da glória e da honra. (narrada por musslim).

2 – não há outra divindade além de allah, único, sem parceiros, a ele pertencem a soberania, o louvor e é onipotente. ninguém pode proibir o que concedes, nem conceder o que proíbes, nem os esforços de ninguém podem beneficiar alguém sem a tua vontade.” (narrada por bukhári e musslim).


3 – “não há outra divindade além de allah, único, sem parceiros, a ele pertencem a soberania, o louvor e é onipotente. não há força nem poder a não ser em allah. não há outra divindade além de allah e não adoramos a ninguém alem d’ele. a ele pertencem a graça, o mérito e os louvores. não há outra divindade além de allah, a quem somos sinceros em nossa religião, mesmo que isso desgoste os incrédulos.” (narrada por musslim.

4 – “glorificado seja allah, louvado seja allah, allah é maior (trinta e três vezes) “não há outra divindade além de allah, único, sem parceiros, a ele pertence a soberania, o louvor e é onipotente.” (narrado por musslim).

5 – “ó allah, ajuda-me a lembrar-me de ti, agradecer-te e adorar-te apropriadamente.” (narrada por anu daoud e nassá-i.).

6 – “ó allah, amparo-me em ti contra a covardia, amparo-me em ti contra a senilidade da idade avançada, amparo-me em ti das intrigas do mundo, amparo-me em ti da punição do túmulo.” (narrada por bukhári).

7 – ó senhor meu, protege-me de teu castigo no dia em que congregares teus servos. bará relatou: quando orávamos sob a liderança do profeta (s), preferíamos ficar do seu lado direito para que, no fim da oração, quando ele se sentasse, ficasse de frente para nós. uma vez ouvi-o orar assim: “ó meu senhor, livra-me do teu castigo, no dia em que congregares os teus servos!” (musslim).
8 – recitação da surata da unicidade, da surata da alvorada e da surata dos humanos. (narrada por abu daoud, por tirmizi e por nassá-i.
• após a oração da alvorada e do crepúsculo, repetia isso três vezes.
9 – recitação do versículo do trono: “allah, não há outra divindade além d’ele, o vivente o autosubsistente. (narrada pelo nassá-i.).

10 – “não há outra divindade além de allah, único, sem parceiros, a ele pertencem a soberania, o louvor, proporciona a vida e a morte e tem poder sobre todas as coisas.” (dez vezes após as orações do crepúsculo e da alvorada.) (narrada por tirmizi).

1 – que a glorificação seja feita na mão. outra versão diz que é na mão direita. (há controvérsia nessa afirmação. è atestada a generalidade em outras afirmações.

12 – dizer essas recordações enquanto estiver no local de sua oração, sem mudar de local.
• o total das sunnas, se forem todas praticadas pelo muçulmano após cada oração obrigatória é de aproximadamente 55 sunnas. são acrescidas na oração da alvorada e na oração do crepúsculo.
o fruto da prática dessas sunnas após cada oração preceituada:

a) se o muçulmano praticar assiduamente essas glorificações após cada oração diária, sua recompensa é de 500 caridades, de acordo com a tradição do profeta (allah o abençoe e lhe dê paz): “cada louvação, magnificação , e cada afirmação da unicidade de allah equivalem a uma caridade, cada uma.” (narrada por musslim);
• nawawi disse: “será devidamente recompensado por elas”;
b) se o muçulmano for assíduo na glorificação, após cada oração prescrita, diariamente, equivalerá a plantar 500 árvores no paraíso. o profeta (allah o abençoe e dê paz) passou por abu huraira enquanto este estava plantando uma árvore. disse-lhe: “ó abu huraira, quer que lhe indique algo mais benéfico que isso?” respondeu: “certamente, ó mensageiro de allah.” disse-lhe: “diz: glorificado seja allah, louvado seja allah, não há outra divindade além de allah, allah é maior, allah irá lhe plantar, uma árvore no paraíso por cada glorificação.” (narrado por ibn mája e autenticada por albáni);
c) quem as praticar, após cada oração, não terá desilusão nem miséria neste mundo e no outro, de acordo com a tradição: “quem citar após as orações não terá desilusão...” e citou as glorificações. (narrado por musslim);
d) compensar os defeitos e as faltas cometidas durante as orações prescritas.




                      Previous article                       Next article




Bookmark and Share


أضف تعليق

You need the following programs: الحجم : 2.26 ميجا الحجم : 19.8 ميجا