Vendo o Profeta (S), em Sonho

Auther : Mohammad Ibn Jamil Zino

1. o profeta (s) disse: “aquele que me viu, em sonho, viu-me de fato; pois o satanás não aparece na minha forma.” [bukhári.]

2. o profeta (s) disse: “aquele que me viu, em sonho, realmente viu a verdade; pois o satanás não aparece na minha forma.” [bukhári e musslim.]

3. o profeta (s) disse: “aquele que me vir, em sonho, irá ver-me estando acordado; pois o satanás não aparece na minha forma.” [bukhári e musslim.]

lições tiradas do hadice

a) é possível a pessoa ver o profeta (em sonho), segundo sua aparência, como sua altura, sua compleição, estatura, barba etc..

b) al manawi, em sua interpretação a esse hadice, diz: “a pessoa deve ver o profeta dum modo que represente a sua verdadeira aparência, como registrado nos textos. se o vir com altura e estatura diferentes, ou com a pele escura, não terá visto o profeta (em sonho).”

c) al manawi também explica o seguinte dizer do profeta, “ver-me-á mesmo estando acordado”, como significando um modo especial de o verem, querendo dizer, próximos a ele, e obtendo a sua intercessão no dia da ressurreição.

d) alguns sufistas clamam que veem o profeta (s), neste mundo, estando acordados, usando o último hadice como apoio. ibn hajar refuta esse clamor, dizendo: “isso vai às raias de dizerem que são companheiros do profeta, e que os companheiros iriam permanecer vivos até ao dia da ressurreição!” é um alarde que nenhum muçulmano de verdade iria fazer.

e) o autor deste livro diz: “eu li, num dos livros sufistas, a alegação de um deles, relatando que abu al muwáhib al chádli disse: ‘o profeta (s) me disse … até ao fim do dito hadice.’ quando perguntei ao autor sufista se aquela pessoa era um companheiro, respondeu: ‘não; embora o tempo passado entre ele e abu al hassan al chádli fosse de cinco cheiques, ele havia visto o profeta, estando acordado.’ disse-lhe: ‘mesmo os companheiros não viram o profeta, estando acordados, depois da sua morte.’ porém, esse argumento não o convenceu. então eu disse a mim mesmo que aquilo era certamente uma das falsas alegações quanto ao profeta, em que ele nos admoestava quando dizia:‘quem quer que seja que, deliberadamente, contar mentiras a meu respeito, irá preparar o seu assento no fogo do inferno.’” [bukhári e musslim.]

f) foi perguntado ao chaikh al islam zakaryia al anssari acerca da pessoa que diz ter visto o profeta (s), pedindo-lhe que fizesse algo. ele respondeu: “isso é veementemente desaprovável, e inteiramente proibido.” os eruditos muçulmanos também estabeleceram uma norma, dizendo que os sonhos não poderão servir como base para as regras religiosas.

g) a mais forte refutação quanto àqueles que afirmam ter visto o profeta (s) na vida real, após a sua morte, astá nas palavras do alcorão: “... e ante eles (os mortos) haverá uma barreira1que os deterá até ao dia em que forem ressuscitados” (alc. 23:100).

-------------------------------------


lista de abreviaturas

d.h.– depois da ou após a hégira, que marca o começo do calendário islâmico, a partir do tempo da migração do profeta, de makka para madina.
e.c. – era comum, usada para o calendário gregoriano comum.
n. – data do nascimento.
m. – data da morte.
r – radhia allahu anhu (anha) [que deus se compraza dele (dela)]. é usada após a menção do nome de um companheiro ou uma companheira.
swt – subhánahu wa ta’ála (glorificado e exaltado seja). é usada após a menção do nome de deus.
(s) – salla allahu alahi wa sallam (que deus o abençoe e lhe dê paz). expressão usada após a menção do nome do profeta mohammad.
as – alaihi salam (que a paz esteja com ele). expressão usada após a menção do nome de qualquer profeta.

Previous article Next article

Articles in the same category