1. Articles
  2. Você já descobriu sua verdadeira beleza?
  3. Os Cinco Pilares

Os Cinco Pilares

1406 2014/06/10 2022/12/10

Além dos artigos de fé (o aspecto teórico), o Islam nos ensina a colocar essa fé em prática. O muçulmano deve praticar cinco pilares básicos, bem como praticar geralmente boas ações. Simples e, em resumo, esses cinco pilares de prática no Islam são:

 

  1.  Chaháda (o testemunho)

Presto testemunho de que não há outra divindade além de Deus e presto testemunho de que Mohammad é o Mensageiro de Deus.

Em árabe soa como segue:

Ach-hadu Alla Iláha illallah wa achhadú anna Muhammadan Rassulullah

 

Esse é o testemunho que a pessoa deve pronunciar ao abraçar o Islam. Ele reflete a beleza e a simplicidade do Islam.


 

  1. 2.     Salat (Oração)

Praticar as cinco orações obrigatórias diárias (a oração inclui ficar de pé, inclinar-se, prostrar-se, recitar partes do Alcorão, louvar e recordar-se de Deus, pedir a Sua misericórdia, perdão e o Paraíso).

|Falar sobre a beleza e o poder das orações, que nos fornecem crescimento espiritual, conforto psicológico, suporte, alívio, tranquilidade e contentamento para as nossas almas, mentes e corações.

 

 

O que se acrescenta à beleza da oração é a verdade de que, os profetas de Deus, como Adão, Noé, Abraão, Moisés, Jesus e Mohammad oravam e se prostravam para o Único e Verdadeiro Deus, Allah. Assim, os muçulmanos seguem os passos daqueles grandes profetas e mensageiros de Deus.


Além disso, muitos outros belos conceitos, tais como amar a Deus, submeter-se-Lhe, súplica, unidade, igualdade, sinceridade, paciência, humildade e docilidade são evidentemente manifestados e aprendidos na oração.


Certamente, sinceras e humildes recordações “zikr”, “du’á” (súplica), “istighfar” (pedir perdão) e “salat” (oração) a somente a Deus, são importantes e maravilhosas chaves para a paz de espírito, tranquilidade e bênçãos.


 

“Que são crentes e cujos corações sossegam com a recordação de Deus. Não é, acaso, certo, que à recordação de Deus sossegam os corações?” (13:28).

 

“E o vosso Senhor disse: Invocai-Me, que vos atenderei!” (40:60).

 

3. Zakat:

A doação obrigatória de certa quantia da riqueza de alguém aos pobres e necessitados. O zakat ou esmola, dada, purifica-nos de nossa cobiça e avareza. Purifica as nossas propriedades, o dinheiro e nos ensina a cuidar e compartilhar, o que constrói pontes de amor mútuo e respeito entre o rico e o pobre. Certamente, promove ajuda, suporte, cooperação e solidariedade na sociedade como um todo.

 

 

4. Saum:

     Saum (jejum) é abster-se de todo tipo de alimento, bebida e de ter           relação sexual com a esposa durante certo período de tempo (desde a alvorada até o pôr-do-sol). Alguns dos belos benefícios e lições de jejuar incluem:


  • Benefícios espirituais

Desenvolve “tacwa” (temor, piedade) e sinceridade. O jejum durante o mês de Ramadan é uma excelente oportunidade de se obter a misericórdia e o perdão de Deus, salvando-se do fogo do Inferno e obtendo a vida eterna no Paraíso.


  • Benefícios morais e emocionais

Na escola do Ramadan (jejum) aprendemos e experimentamos fome, que milhões de pessoas em diferentes partes do mundo sofrem. Inspira-nos  compartilhar, sentirmo-nos, sermos humildes, generosos e bondosos.

 


  • Benefício educacional

Jejuar nos ensina muitas lições. Por exemplo, podemos aprender que mudar ou eliminar maus hábitos, como comida excessiva, é possível. Também, disciplina a nossa conduta, treina-nos a paciência e autocontrole. Além do mais, faz no lembrar dos profetas de Deus, como Mohammad, Moisés e Jesus, que costumavam jejuar também.


  • Benefícios à saúde

Por meio do processo do jejum, o corpo fica livre das toxinas e gordura extra. Os médicos e os nutricionistas recomendam o jejum, descrevem-no como uma “queima de refugo” e como uma “terapia de cura”. O jejum é um ótimo remédio para várias doenças.

Essas são algumas das excelências e dos benefícios do jejum durante o mês de Ramadan.

 

 

 

  1. 5.     Hajj (peregrinação)

O Hajj é a peregrinação a Makka, que cada muçulmano deve cumprir uma vez na vida, contanto que esteja fisica, mental e financeiramente capaz de cumpri-la.


Como os outros pilares e regras do Islam, a beleza, as lições e os benefícios do hajj são muitos. Milhões de crentes (de diferentes cores, raças e de diferentes partes do mundo) respondem ao chamado de Abraão. Maravilhosos princípios e conceitos podem ser vistos em ação durante o hajj, incluindo: submissão e obediência a Deus, fraternidade, unidade, paciência, sacrifício, oração, caridade e jejum. A peregrinação islâmica (Hajj) testemunha e retrata a maior e a única assembléia religiosa, ou o ajuntamento de sua espécie na história da humanidade.


 

Em tal enorme convergência de todas as raças e cores, servindo apenas a Um Deus e seguindo uma única mensagem, Malcolm X e outros aprenderam a lição e a beleza da verdadeira fé, a fraternidade islâmica e a igualdade – quando foram para Makka para cumprirem o hajj.

 

 

“Minha peregrinação ampliou o meu horizonte. Abençoou-me com uma nova visão. Em duas semanas na Terra Santa, vi o que nunca havia visto em trinta e nove anos aqui na América. Vi todas as raças e cores – com olhos azuis, loiros e peles negras de africanos – em verdadeira fraternidade, em unidade, vivendo como um só, adorando como um só.” Malcolm X

 

 

Previous article Next article

Articles in the same category

O Website do Profeta Maomé, O Mensageiro de AláIt's a beautiful day