1. Articles
  2. Artigos
  3. Equívocos sobre Allah (parte 2 de 3): Allah - o Único

Equívocos sobre Allah (parte 2 de 3): Allah - o Único

Under category : Artigos
1613 2013/12/31 2022/09/25

Allah é Deus.  É para Ele que você se volta nos momentos de necessidade.  É a Ele que agradece quando os milagres de sua vida tornam-se claros.   Allah é uma palavra que contém muitas camadas de significados.  É o nome de Deus (o mestre do universo) e é a base da religião do Islã.  Ele é Allah, o Único merecedor de toda adoração.


“Originador dos céus e da terra! Como poderia Ter prole, quando nunca teve esposa, e foi Ele Que criou tudo o que existe, e é Onisciente? Tal é Deus, vosso Senhor! Não há mais divindade além d’Ele, Criador de tudo! Adorai-O, pois porque é o Guardião de todas as coisas. A visão não O alcança, mas Ele alcança todas as visões. Ele é o Onisciente, o Sutilíssimo.” (Alcorão 6:101-103)


Na língua árabe a palavra para Deus (Allah) vem do verbo ta’allaha (ou ilaha) que significa “ser adorado”.  Portanto em árabe, a palavra “Allah” significa “O Único merecedor de toda adoração.” 


Allah é Deus, o Criador, o Sustentador do mundo, mas as diferenças e confusões surgem porque a palavra deus em português pode ser pluralizada como em deuses, ou mudar o gênero, como em deusa. Esse não é o caso em árabe. A palavra Allah se destaca e não existe plural ou gênero.  O uso das palavras Ele ou Dele são apenas gramaticais e de forma alguma indicam que Allah tenha qualquer forma de gênero que seja compreensível para nós. Allah é único.  Na língua árabe o Seu nome é imutável. Allah Se descreve para nós no Alcorão:


“Dize: Ele é Deus, o Único! Allah-us-Samad. Deus! O Absoluto! Jamais gerou ou foi gerado! E ninguém é comparável a Ele!” (Alcorão 112)


Esse breve capítulo do Alcorão é conhecido como o capítulo de pureza ou sinceridade.  Em apenas poucas palavras resume o sistema de crença islâmico; que Allah ou Deus é Único.  Está sozinho em Sua majestade; sozinho em Sua onipotência.  Não tem parceiros ou associados.  Estava lá no início e estará lá no fim.  Deus é Um.  Alguns podem perguntar: “Se Deus é Único, por que o Alcorão usa a palavra Nós?”


Essa é uma construção gramatical conhecida como plural de majestade.  Muitos idiomas usam essa construção como o árabe, o hebraico e o urdu.  Ouvimos membros de várias famílias reais ou dignitários usando a palavra nós, como “nós decretamos” ou “nós não estamos satisfeitos”.  Não indica que mais de uma pessoa está falando; mas sim, denota excelência, poder ou dignidade daquele que fala.  Quando temos esse conceito em mente, fica óbvio que não há ninguém mais merecedor de usar o “nós” de majestade do que Allah - Deus.

“Um Livro que Nós te temos revelado para que retires os humanos das trevas (e os transportes) para a luz...” (Alcorão 14:1)

Nós enobrecemos os filhos de Adão e os conduzimos pela terra e pelo mar; agraciamo-los com todo o bem, e preferimos enormemente sobre a maior parte de tudo quanto Nós criamos.” (Alcorão 17:70)


“Se quiséssemos, poderíamos anular tudo quanto Nós te temos inspirado, e não encontrarias, então, defensor algum, ante Nós.” (Alcorão 17:86)


“Ó humanos!  Se estais em dúvida sobre a ressurreição, reparai em que Nós vos criamos do pó…” (Alcorão 22:5)


Estudioso islâmico respeitado do século 13, o sheikh al Islam Ibn Taymiyyah disse que: “Toda vez que Allah usa o plural para referir-Se a Si mesmo, é baseado no respeito e honra que Ele merece, no grande número dos Seus nomes e atributos e de Suas tropas e anjos.”


O uso das palavras nós, nahnu ou nós, inna, de forma alguma indicam que exista mais de um deus.  Não têm nenhuma correlação com o conceito de trindade.   Toda a fundação da religião islâmica se apoia na crença de que só existe um Deus e Muhammad é Seu mensageiro final.


“Vosso Deus e Um só. Não há mais divindade além d’Ele, o Clemente, o Misericordiosíssimo.” (Alcorão 2:163)

Previous article Next article
O Website do Profeta Maomé, O Mensageiro de AláIt's a beautiful day