عربي English עברית Deutsch Italiano 中文 Español Français Русский Indonesia Português Nederlands हिन्दी 日本の
Knowing Allah
  
  

   

alguns modelos de sua bondade (deus o abençoe e lhe dê paz)

 

primeiro: a bondade para com os aprendizes:

 

anas ibn málik relatou que um beduíno urinou na mesquita; por isso as pessoas se levantaram e se arrojaram sobre ele para castigá-lo; porém, o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) disse: “deixai-o! e, quanto à urina, jogai sobre ela uma cuba de água para limpar. sejam benévolos, e não sejam intransigentes!”1

 

segundo: a bondade para com os insolentes

 

aicha (que deus a tenha em sua glória) relatou que um grupo de judeus foi ter com o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) e disse: “assamu2alaikom”. aicha respondeu: “entendi o que disseram e respondi: “walaikom assam e a maldição.” o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) disse: “devagar, ó aicha! deus gosta da bondade em todos os assuntos.” disse: “ó mensageiro de deus, não ouviu o que disseram?” respondeu: “eu respondi: ‘e com vocês.’”3

 

esta era a conduta do profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) sempre que alguém o insultava.

 

terceiro: a bondade para com os pecadores

 

abu umama relatou que um jovem foi ter com o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) e perguntou: “ó mensageiro de deus, permita-me praticar fornicação!” as pessoas presentes avançaram sobre ele e o censuraram. disseram-lhe: “cale a boca.”

o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) pediu: “deixem-no aproximar-se.”

ele se aproximou e sentou.

o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) lhe perguntou: “você gostaria que alguém fizesse isso com a sua mãe?”

respondeu: “não, por deus.”

disse-lhe: “nem as pessoas gostariam. gostaria que fizessem com a sua filha?”

respondeu: “não, por deus!”

disse-lhe: “nem as pessoas gostariam. gostaria que fizessem com a sua irmã?”

respondeu: “não, por deus!”

disse-lhe: “nem as pessoas gostariam. gostaria que fizessem com a sua tia paterna?”

respondeu: “não, por deus!”

disse-lhe: “nem as pessoas gostariam. gostaria que fizessem com a sua tia materna?”

respondeu: “não, por deus!”

disse-lhe: “nem as pessoas gostariam. ”

colocou a mão nele e disse: “ó deus, perdoa o pecado dele, limpe o seu coração e guarde o seu sexo.”

depois disso, o jovem nunca mais pensou em fazê-lo.4

 

quarto: a bondade para com o povo e o rebanho

 

harmala, baseado em abdulrahman ibn chmássa relatou: “fui ter com aicha para pedir-lhe algo. perguntou-me: “de onde você é?”

respondi: “sou egípcio.”

perguntou: “como o seu companheiro os tratava em suas expedições?”

respondi: “não reclamamos nada dele. quando um dos nossos camelos ou de nossos escravos morria, dava outro camelo e outro escravo, quem precisava de sustento ele lhe dava.”

disse: “o que o meu irmão – mohammad ibn abi bakr – fez não me veda informá-lo o que ouvi o mensageiro de deus dizer na minha casa: “ó deus, quem for encarregado da minha comunidade e a afligir, aflige-o; quem for encarregado e for bondoso, seja bondoso com ele.”5

 

quinto: a bondade para com quem faz uma pergunta e com o pedinte

 

salama ibn sakhr al bayádhi relatou:

“era uma pessoa que gostava de mulheres e não conheci ninguém que tivesse mais relações do que eu. quando chegou o mês de ramadan, prometi não me aproximar da mulher até o final do mês.  uma noite do mês, enquanto ela conversava comigo, uma parte de seu corpo apareceu. saltei em cima dela e tive relações com ela. de manhã, fui ter com meu povo e os informei o que fiz. pedi-lhes: ‘perguntem ao mensageiro de deus o que devo fazer.’ disseram: ‘não vamos fazê-lo, porque pode ser que haja uma revelação a nosso respeito, ou o mensageiro de deus sentencie algo que nos envergonhe. o que você deve fazer é ir ter com o mensageiro de deus (deus o abençoe e lhe dê paz) para decidir a seu respeito.’ fui ter com ele e contei-lhe o ocorrido. o mensageiro de deus (deus o abençoe e lhe dê paz) disse: ‘você mesmo fez isso?’ respondi: ‘sim, eu mesmo. e aqui estou paciente para a sentença de deus’ disse: ‘você deve libertar um escravo.’ disse-lhe: ‘por aquele que lhe enviou com a verdade, não possuo nenhum escravo.’ disse: ‘jejue durante dois meses seguidos.’ respondi: ‘ó mensageiro de deus, o que me fez estar nesta provação foi o próprio jejum.’ disse: ‘deve dar esmola ou alimentar sessenta necessitados.’ disse: ‘por aquele que lhe enviou com a verdade, não tínhamos o que jantar ontem.’ disse: vai ter com quem arrecada o zakat de bani zuraic (a tribo do homem) e lhe diga para dá-lo a você. alimente sessenta necessitados e se utilize do resto.’ fui ter com a minha tribo e lhes disse: ‘encontrei com vocês a dificuldade e o mau conselho, e encontrei com o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) a facilidade e o bom conselho. ele ordenou que me entregassem a vossa esmola. portanto, paguem-na a mim.”6

 

sexto: a bondade para com os animais

 

o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) proibiu fazer sofrer os animais, as avese tudo que tem vida. anas ibn málik passou por um local e viu garotos que prenderam uma galinha e a estavam usando como alvo, atirando-lhe pedras. disse-lhes: “o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) proibiu que as aves sejam atormentadas.”7

ibn ômar (que deus o tenha em sua glória) relatou que foi ter com yahia ibn said e viu um garoto da família yahia com uma galinha amarrada utilizando-a como alvo. foi até a galinha, a desamarrou e levou o garoto até o pai. disse: “não deixem os seus garotos atormentarem os animais, pois ouvi o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) proibir que se atormente qualquer animal.”8e disse: o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) amaldiçoou quem o fizesse.”9

e disse mais: “o mensageiro de deus (deus o abençoe e lhe dê paz) amaldiçoou quem utilizasse um animal vivo como alvo para treinar.”10

ele também relatou que ouviu o mensageiro de deus (deus o abençoe e lhe dê paz) dizer: “deus amaldiçoa quem atormenta qualquer animal.”11

isso demonstra a proibição de se machucar animal, vivo ou morto, a não ser por necessidade ou utilização.

o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) informou que deus, glorificado seja, perdoou os pecados de uma pessoa por ter dado de beber a um cão que estava com sede. ele citou que: “um homem viu um cão que arquejava e ofegava, de tanta sede que tinha, e inclusive lambia a areia. por isso, encheu de água o seu sapato e deu de beber ao cão. deus lhe recompensou por isso e lhe introduziu no paraíso.”12

por outra, uma mulher foi condenada ao inferno por haver prendido uma gata, não a alimentando e não lhe dando água até morrer! disse:

“uma mulher foi castigada e conduzida ao inferno por haver prendido uma gata, até morrer de fome.”13

faz parte da bondade para com o animal degolá-lo com faca bem afiada para que não sofra. o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) disse:

“deus prescreveu a benevolência quanto a todos os assuntos. se tiverdes de matar fazei com benevolência, se tiverdes de sacrificar algum animal, fazei-o com benevolência, afiando bem a sua faca fazendo descansar o animal.”14

abdullah ibn mass’ud (que deus o tenha em sua glória) relatou que um camelo se aproximou do mensageiro de deus (deus o abençoe e lhe dê paz) e começou a grunhir e gemer. o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz)quis saber quem era o dono daquele camelo. disseram que era um jovem dos ansar. disse: “mandem chamá-lo” e ele foi trazido. o mensageiro de deus (deus o abençoe e lhe dê paz) lhe disse: “o camelo se queixa de seus maus tratos.” o jovem disse: “ó mensageiro de deus, costumávamos transportar água nesse animal há vinte anos. agora desejamos degolá-lo.” o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) disse: “ele se queixa disso. vocês são mal agradecidos. usaram-no durante vinte anos, até que sua pele afinou, seus ossos enfraqueceram e agora querem abatê-lo?” o jovem disse: “pode ficar com ele, ó mensageiro de deus.” o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) ordenou que fosse levado para junto dos outros camelos.15

abdul rahman ibn abdullah ouviu o pai dizer: “certa ocasião, estávamos viajando com o mensageiro de deus (deus o abençoe e lhe dê paz), que nos deixou, por necessidade, durante certo tempo. nesse ínterim, encontramos uma fêmea de cardeal (pássaro), com seus dois filhotes, e levamos conosco esses filhotes. um pouco mais tarde, vimos o pássaro-mãe movimentando as asas para cima e para baixo, ao tempo em que o profeta (deus o abençoe e lhe dê paz) chegava, dizendo: ‘quem foi que a atormentou por causa dos filhotes? devolvei-lhe já os filhotes!’ e, em outra ocasião, viu um formigueiro que havíamos queimado, e disse: ‘quem foi que o queimou?’ respondemos que tínhamos sido nós. disse: ‘ninguém pode castigar com fogo, a não ser o senhor do fogo!’”16

 

_________________________

1. narrado por bukhári, nº 556.

2.assam, quer dizer a morte. assamu alaikom quer dizer “a morte para vocês”.

3. narrado por bukhári, capítulo de bondade, nº 5565.

4. narrado por ahmad, 21185.

5. narrado por musslim, nº 3407.

6. narrado por ibn mája, 2052, ahmad, 15825, abu daoud, 1892, tirmizi, 1121, ibn mája, 2062.

7. narrado por bukhári, 5089.

8. narrado por bukhári, 5089.

9. narrado por bukhári, 5091.

10. narrado por musslim, 3617.

11. sunan na nassá-i, 4366. foi atestado pelo albáni.

12. narrado por bukhári, 1/75, nº 171.

13. narrado por bukhári, 2/834, nº2236.

14. narrado por musslim, nº 3615.

15. narrado por tabaráni, nº 11245; pelo haiçami, nº 14166, 9/9; pelo saiuti, 2/95. foi narrado, também, por ahmad, pelo bazar.

16. sunan abu daoud, nº 2675. foi atestado pelo albáni.

 

 




                      Previous article                       Next article




Bookmark and Share


أضف تعليق

You need the following programs: الحجم : 2.26 ميجا الحجم : 19.8 ميجا