Direitos dos Pais

Os filhos devem obedecer aos pais conquanto eles não os ordenem a fazer algo pecaminoso. Os filhos devem tratar bem seus pais e ser generosos com eles, se esforçar para agradá-los e sustentá-los. Eles devem assegurar para eles as necessidades por comida, bebida, vestimenta e abrigo. Os filhos devem falar com eles brandamente e não devem ser severos, e eles devem ter paciência em servi-los e ter consideração por seus sentimentos. Eles não devem falar mal deles nem machucar seus sentimentos nem fazer nada que os deixe com raiva. Allah s.w.t. diz:

E teu Senhor decretou que não adoreis senão a Ele; e decretou benevolência para com os pais. Se um deles ou ambos atingem a velhice, junto de ti, não lhes digas “Ufa”, nem os maltrates, e dizei-lhes dito nobre. [17:23]

O Islam considera a desobediência aos pais um dos maiores pecados. Abdullah ibn ‘Amr r.a.a. narrou que um beduíno veio ao Profeta s.a.w. e disse:

“Ó Mensageiro de Allah s.a.w., quais são os pecados mais graves?” Ele respondeu: “Adorar ou associar parceiros a Allah” Ele disse: “E depois?” Ele respondeu: “Desobediência aos pais” Ele disse: “E depois?” Ele respondeu: “Um juramento submerso[1] (ghamoos)” Ele disse: “E o que é um juramento submerso?” Ele respondeu: “Uma mentira que é jurada para que se usurpar o dinheiro de outro muçulmano” [al-Bukhari]

Para retratar o status dos pais no Islam, o Profeta s.a.w. disse:

“O agrado de Allah é obtido através do agrado dos pais, e a ira de Allah é decorrente da ira dos pais” [at-Tirmidhi]

É obrigatório que esses direitos sejam dados aos pais, mesmo que eles sejam de uma religião diferente. Asmaa’ bint Abi Bakr disse:

“Minha mãe, quando ainda de mantinha na idolatria, fez-me uma visita, ainda nos tempos do Mensageiro de Allah s.a.w.. Foi então que eu o consultei, dizendo-lhe: ‘Minha mãe esteve em minha casa, e veio me pedir ajuda; porém, continua conservando a sua idolatria. Acaso tenho eu o dever de manter os meus laços com ela?’ Ele disse ‘Sim, conserva os teus laços com ela!’” [al-Bukhari]

As mães têm uma prioridade em relação aos pais no que se refere ao bom tratamento e o companheirismo. Abu Hurairah r.a.a. relatou que um homem disse ao Profeta s.a.w.:

“Ó Mensageiro de Allah quem é a melhor pessoa a quem devo oferecer minha amizade?” Ele respondeu “A sua mãe, depois sua mãe, depois sua mãe, depois seu pai, e depois aqueles após ele, e depois aqueles após ele” [Muslim]

O Profeta s.a.w. concedeu à mãe três direitos e ao pai um direito porque a mãe carrega dificuldades e sofrimentos que o pai não. As mães são como Allah s.w.t. descreveu:

E recomendamos ao ser humano benevolência para com seus pais. Sua mãe carrega-o penosamente, e o dá à luz, penosamente. [46:15]

Ela sofre desde a dificuldade quando o carrega em seu ventre, sugando a nutrição dela, durante o parto, e quando ela o alimenta após o parto e ficando acordada durante as noites.



[1] Um juramento que submerge aquele que jura no pecado ou no Inferno.
Previous article Next article

Articles in the same category