1. Articles
  2. Características da Chari’a islâmica e seus valores culturais
  3. Introdução

Introdução

Auteur : Majid ibn Suleiman Al-Rasi
95 2022/10/19 2023/02/04

Louvado seja Deus, e buscamos o seu perdão, e buscamos refúgio em Deus das nossas maldades e dos males das nossas ações. Aquele a quem Deus orientar, ninguém pode desviar, e aquele que se desorienta, não terá nenhum orientador. Presto testemunho que não há outra divindade alén de Deus, Único, sem parceiro, e presto testemunho que Mohammad é Seu servo e Mensageiro.

“Ó crentes, temei a Deus, tal como deve ser temido, e não morrais, senão como muçulmanos”

(Al Ímran, 3:102)

“Ó humanos, temei a vosso Senhor, que vos criou de um só ser, do qual criou a sua companheira e, de ambos, fez descender inúmeros homens e mulheres. Temei a Deus, em nome do Qual exigis os vossos direitos mútuos e reverenciai os laços de parentesco, porque Deus é vosso Observador.”

(Annissá, 4:1)

“Ó crentes, temei a Deus e dizei palavras apropriadas. Ele emendará as vossas ações e vos absolverá dos vossos pecados; e quem obedecer a Deus e ao Seu Mensageiro terá logrado um magnífico benefício.

(Al Ahzab, 33:70-71)

Certamente, o texto mais preciso é o do Livro de Deus, e a melhor orientação é a orientação de Mohammad, e o pior das coisas são as inovações, e cada inovação é invenção, e toda invenção é um equívoco, e cada equívoco leva ao Inferno. Caro leitor, Deus Todo- Poderoso legislou as leis com um grande propósito, que é guiar os humanos para o que ébom para sua religião e seus assuntos undanos, porque as mentes humanas não podem ser independentes fazendo leis que as orientem. Sua estima, aquele que conhece os interesses de sua criação, é misericordioso para com eles, quanto aos humanos que são deficientes em tudo isso.O que é sabido obrigatório da religião que as leis divinas

são reveladas por Deus, uma vez que Deus enviou para cada povo um mensageiro com sua língua para lhe transmitir a lei que lhe convém, e não os deixou negligentes sem lei. Deus, Exaltado Seja, disse: “E cada povo tem o seu guia” e disse:

“A cada um de vós temos ditado uma lei e uma norma”.

(Al Má‟ida, 5:48)

É exigido dos seres humanos obediência aos seus profetas  que Deus lhes enviou. Deus, Exaltado Seja, disse:

“Jamais enviaríamos um mensageiro que não devesse ser obedecido, com a permissão de Deus”.

(Annissá, 4:64)

E a maior das leis que Deus enviou da Torá, do Evangelho e do Alcorão, então ele confiou aos Filhos de Israel a preservação de suas leis, mas eles não as memorizaram, ao contrário, as distorceram e negligenciaram Quanto ao Alcorão, Deus garante sua preservação. Deus, Exaltado Seja, disse: “Deus, Exaltado Seja, disse:

“Nós revelamos a Mensagem e somos o seu Preservador”.

(Al Hijr15:9)

Isso constitui a misericórdia de Deus por Seus servos, preservando-lhes Sua lei que eles adotam como adoração até o Dia da  Ressurreição.

E todas as leis exigem destacar Deus com adoração e proibir o politeísmo. Deus, Exaltado Seja, disse:

“Jamais enviamos mensageiro algum, antes de ti, sem que lhe tivéssemos revelado que: Não há outra divindade além de Mim, portanto, adora-Me!” .

(Ambiyá, 21:25)

E disse:

“Em verdade, enviamos para cada povo um mensageiro (com a ordem): Adorai a Deus e afastai-vos do sedutor!” .

(An Nahl, 16:36)

E as leis diferem entre si nos ramos e concordam nos fundamentos, que é a crença em Deus, Seus anjos, Seus livros, Seus  ensageiros, o Último Dia, e a predestinação, seu bem e seu mal.

E do que as leis do Misericordioso concordaram, preservando religião, honra, dinheiro, alma e mente.

Todas as leis celestiais foram sujeitas a perda e distorção, como é visto e conhecido, exceto que Deus, o Misericordioso para Seus servos, preservou a Chari‟a do Islam, porque é a última das leis, e não há Chari‟a depois dela, e ele preservou sua constituição, que é o Alcorão Sagrado, porque não há nenhum livro celestial depois dele, e ele preservou a Sunna de Seu Profeta Mohammad (que
Deus o abençoe e lhe dê paz) da perdição, porque não há profeta depois dele que possa ser imitado.

E então, nesta pesquisa há uma declaração das características da Chari‟a islâmica, que somam sessenta, e essas características foram divididas em oito seções, a saber:

1. Características da Chari‟a relacionadas às formas de seus ensinamentos

2. Características da Chari‟a relacionadas aos interesses  dos seres humanos e à reforma de suas almas

3. Características da Chari‟a relacionadas àqueles que não é seguidor

4. Características da Chari‟a relacionadas aos direitos pessoais

5. Características da Chari‟a relacionadas à sua preservação e codificação

6. Características da Chari‟a relacionadas à sua força e poder

7. Características da Chari‟a relacionadas à segurança e a saúde

8. Características da Chari‟a relacionadas aos direitos dos não humanos - anjos, gênios e bestas.

O objetivo de coletar essas características são cinco coisas:

1. Confirmar a convicção de homens e mulheres muçulmanos à sua religião.

2. Rejeitar o secularismo, que se baseia em separar a religião de todos os aspectos da vida, incluindo o Islam.

3. Convencer os judeus, cristãos e ateus da religião do Islam, explicando seus bons ensinamentos e suas grandes características.

4. Explicar a diferença entre a religião divina preservada, a religião do Islam, e as religiões distorcidas e as leis feitas pelo homem.

5. Declaração dos valores culturais da religião islâmica.

Concluindo, esta é uma introdução útil para entender as características da lei islâmica. Quem a entende, a porta para entendimento da sabedoria de Deus ao revelar a lei do Islam é aberta para ele, e que a paz e as bênçãos de Deus estejam imensamente com Mohammad e sua família.



Next article

Articles dans la même catégorie

Site de soutien au Messager d'Allah MuhammadIt's a beautiful day