1. Articles
  2. Características da Chari’a islâmica e seus valores culturais
  3. Características da Chari‟a relacionados aos direitos pessoais

Características da Chari‟a relacionados aos direitos pessoais

Auteur : Majid ibn Suleiman Al-Rasi
54 2022/10/27 2022/12/03

Uma das características da Chari‟a islâmica é a igualdade entre as pessoas em termos de humanidade eorigem da criação, pois mostra que todos os seres humanos são descendentes de um homem e uma mulher (Adão e Eva), e que este é o padrão de honra geral. O Exaltado seja disse:

“Enobrecemos os filhos de Adão”

(Al Isrá, 17:70).

Quanto à honra especial, seu critério é a obediência a Deus e Seu Mensageiro (Deus o abençoe e lhe dê paz), o que é expresso em piedade no versículo do Exaltado Seja:

“Ó humanos, em verdade, Nós vos criamos de macho e fêmea e vos dividimos em povos e tribos, para reconhecerdes uns aos outros. Sabei que o mais honrado, dentre vós, ante Deus, é o mais temente. Sabei que Deus é Sapientíssimo e está bem inteirado”.

(Al Hujjurat, 49:13)

Uma das características da Chari‟a islâmica é preservar os direitos humanos, e seu número atinge o cento e sessenta51, e eu os  destaquei em um livro separado intitulado (Os Direitos Humanos no Islam - 150 Direitos).

Uma das características da Chari‟a islâmica é Preservar a identidade de seus seguidores”. A Chari‟a obrigou a preservação da relação de uma pessoa com seu pai, e proibiu a filiação a qualquer outra. O Exaltado Seja disse:

“Dai-lhes os sobrenomes dos seus verdadeiros pais”

(Al Ahzab, 33:5)

Aqui vale a pena notar o que acontece com os não-muçulmanos de mudar a identidade de uma mulher assim que ela se casa,  udando sua filiação de pai para marido, bem como se ela se casa com outro homem, e isso é uma perda da identidade dela.

Uma das características da Chari‟a islâmica é; exortando-a a preservar a entidade familiar, insistindo no casamento, insistindo no afeto e na compreensão permanente entre as duas partes, instando os filhos a multiplicar a nação islâmica, criando os filhos com  retidão, arranjando grandes recompensas por isso e advertindo contra a negligência de sua educação. Deus, Exaltado Seja, disse:

“Ó crentes, precavei-vos, juntamente com as vossas famílias, do Fogo, cujo alimento serão os homens e as pedras”,

(At Tahrim, 66:6)

. O Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz) disse: “Cada um de vós é um pastor, e cada um de vós tem responsabilidades para com os que estão ao seu encargo. O líder é um pastor, e tem responsabilidade para com o seu povo; o homem é um pastor, em sua família, e tem responsabilidade para com ela; a mulher é uma pastora, na casa de seu marido, e tem responsabilidades para com a sua família; e o servente é um pastor, na propriedade do seu patrão, e tem responsabilidade para com ela. De sorte que cada um de vós é um pastor, e tem responsabilidades para com o que esteja ao seu encargo.”

É incluído na preservação da entidade da família está o incitar o marido a observar os direitos da esposa, e exortar a esposa a  observar os direitos do marido, cuidar dos direitos dos filhos criando-os bem e provendo-os. Assim, a casa se fortalece com moderação e a entidade familiar será estabelecida. Ele (Deus o abençoe e lhe dê paz) disse: “O melhor dinar que o homem gasta é o dinar gasto com a família”

E o significado de “família” são as pessoas de sua casa que ele cuida e sustenta, e é claro que a esposa é uma delas.

Ele também disse: “O dinar que você gasta na causa de Deus, o dinar que você gasta com uma escrava (isto é, para libertá-la), o dinar que você deu em caridade a uma pessoa necessitada e o dinar que você gasta com a família, o de maior recompensa é aquele que você gasta com a família.

Entre as características da Chari‟a islâmica está a preocupação com os direitos e a dignidade das mulheres e a consideração por seus sentimentos e exigências. Os direitos garantidos pelo Islam às mulheres ultrapassaram oitenta direitos. Assim, a mulher muçulmana tornou-se uma mulher respeitada e honrada, e uma bênção para o marido, os filhos e a sociedade, numa época em que as mulheres do Ocidente e do Oriente eram muito humilhadas, quer seja jovem ou adulta ou idosa. Ela passou a ser um meio de prazer quando é jovem, e uma convidada no papel de idosa quando passa a ser idosa. Quanto aos índices de uso de pílulas psicológicas, drogas, aborto e suicídio entre elas, não consideram nada de errado nisso.

Uma das características da Chari‟a islâmica é exortando a reunir e unir, e proibindo-a de dividir e diferir, para que a sociedade possa viver em paz e segurança, pois a sociedade não se contenta com a vida se não há segurança, e a segurança não acontece sem união, e foram recebidos muitos textos que comandam o grupo e proíbem a divisão, e entre esses textos estão as palavras de Deus, Exaltado Seja:

“E apegai-vos, todos, ao vínculo de Deus e não vos dividais; recordai-vos das mercês de Deus para convosco, porquanto éreis adversários mútuos e Ele conciliou os vossos corações e, mercê de Sua graça, vos tornastes verdadeiros irmãos; e quando estivestes à beira do abismo infernal, (Deus) dele vos salvou. Assim, Deus vos elucida os Seus versículos, para que vos guieis”.

(Ál „Imran, 3:103)

O Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz) ordenou a união e proibiu a separação. Ele disse: “Deus Todo- Poderoso Se agrada para vocês três coisas e rejeita três coisas; Ele Se agrada que vocês O adorem e não associem nada a Ele, e sejam sinceros com aqueles a quem Deus lhes designou para comandá-los, e se apegarem todos ao vínculo de Deus e não se dividirem.

E ele rejeita: a fofoca, o pedido frequente às pessoas e o desperdício de dinheiro.

É apropriado mencionar neste ponto que uma das belezas da Chari‟a islâmica é que não há caráter que exija encontro e harmonia de corações, sem que o Islam o deseja, como a propagação da paz, os laços de parentesco e os laços de vizinhança. Não há caráter que cause divisão e desacordo, sem que ele advirta contra isso, como calúnias, fofocas e cortar os laços de parentesco.

Uma das características da Chari‟a islâmica é; Instando-a a liderar, e a sabedoria disso é que a palavra se reúna, os interesses das pessoas sejam organizados, a religião e a segurança são estabelecidas e as cinco necessidades são preservadas por ela: religião, alma, razão, dinheiro e honra. Por esta razão, os muçulmanos concordam unanimemente com a necessidade de nomear um imã, pois o que não se cumpre a obrigação sem ele. Al- Qurtubi disse: É um dos pilares da religião pela qual os muçulmanos são estabelecidos.

O imamato é alcançado ao nomearem os muçulmanos um imã para eles, um presidente, um príncipe ou um rei, então eles se reúnem em apoio a ele. Então, ele nomeia os ministros, os estudiosos e os reformadores, estabelece as escolas e os métodos e apoia a lei de ordenar a prática do bem e proíbe a prática do mal sobre tal coisa Deus atribuiu a vitória e a consolidação dos versículos do Alcorão, como ele atribuiu o seu abandono a traição, a derrota e a humilhação. Certamente, Deus remove com a autoridade o que não remove com o Alcorão.

O Cheikh Dr. „Abdullah At-Turki (que Deus o proteja) disse: “A autoridade na visão islâmica está na posição de Al-Amin (o honesto) que cuida dos interesses das pessoas, pois não é a parte para confrontar pessoas que se protegem disso”.

É uma autoridade que adere à lei islâmica em seus textos e princípios gerais.

E se esse princípio islâmico se instala no coração dos membros da sociedade, ele o fez cooperar com a autoridade.

E a continuação do imamato só acontece com o ouvir e obedecer do membro muçulmano no que ele gosta ou não, que não seja ordenado com uma desobediência. Nesse caso não há ouvir e obedecer.

Abu Huraira

(que Deus esteja satisfeito com ele) relatou que o Mensageiro de Deus (Deus o abençoe e lhe dê paz) disse: “Você deve ouvir e obedecer em suas dificuldades e facilidades, seu energizador e sua antipatia e a influência sobre você.

Ou seja, se o sultão favorece alguém sobre você, aceite isso, e não declare rebelião contra ele, e peça a Deus que restaure seu direito a você, pois Deus o apoiará.

E o que estraga os propósitos do imamato é afastar-se da obediência ao imã, revoltar-se contra ele, fazer manifestações, ocupações e golpes, o que leva ao caos, e vários países muçulmanos testemunharam as consequências da revolta contra o imã, e a sua consequência foi a perda.

O texto profético explícito veio na proibição de se revoltar contra o imã. „Abdullah ibn „Abbás (que Deus esteja satisfeito com ambos) relatou que o Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz) disse: “Aquele que não gosta de algode seu governante, que seja paciente, pois aquele que seafastaram um palmo do sultão morre a morte de Jahiliyya.”

Uma das características da Chari‟a islâmica é o abandono das rebeliões pré-islâmicas e instando-a a abrir uma nova página na vida em termos de lidar com as pessoas. O Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz) disse no Sermão do Hajj na frente da maior assembleia muçulmana: “Nem tudo da era pré-islâmica está rejeitado, e o sangue da Jahiliyya é cancelado, e o primeiro sangue derramado nosso foi o sangue de Ibn Rabi'a Ibn al-Háris.

Neste contexto, é bom salientar que a Chari‟a islâmica exorta o perdão e a reconciliação entre as partes em disputa e providenciou uma recompensa ilimitada para ele. O Exaltado Seja disse:

“Quanto àquele que indultar e se emendar, saiba que a sua recompensa pertencerá a Deus”

(Ax-Xura, 42-40)

E há muitos versículos a respeito.




















Previous article Next article

Articles dans la même catégorie

Site de soutien au Messager d'Allah MuhammadIt's a beautiful day