1. Articles
  2. Características da Chari’a islâmica e seus valores culturais
  3. Características da Chari’a Relacionadas à Sua Preservação e Codificação

Características da Chari’a Relacionadas à Sua Preservação e Codificação

Auteur : Majid ibn Suleiman Al-Rasi
56 2022/10/29 2022/10/29

Uma das características da Chari‟a islâmica é que ela é infalível de ser perdida. Deus, Exaltado Seja, disse quanto à preservação do  Alcorão:

“Nós revelamos a Mensagem e somos o seu Preservador”,.

(Al Hijr, 15:9)

Os registros do hadice proféticos continuam conservados, passando de geração a geração, de século a outro, apesar das conspirações dos inimigos, das muitas guerras e da grande trama.

Entre os meios de preservar a Chari‟a da perda é que Deus usou para ela quem Ele criou aqueles para preservála da perda estudiosos que são os herdeiros dos profetas e os justos entre os governantes, sultões e aqueles com prestígio e riqueza, que aproveitaram sua força e seu dinheiro para apoiar o Islam, espalhando o conhecimento e gastando em sua causa. Muawiya (que Deus esteja satisfeito com ele) relatou que o Mensageiro de Deus (Deus o abençoe e lhe dê paz) disse: “Um grupo de minha nação permanecerá seguindo o comando de Deus, ele nãoserá prejudicado por aqueles que os traem ou se opõem a eles, até que o comando de Deus se estabeleça e ele sejavitorioso sobre o povo”.

Uma das características da Chari‟a islâmica é; Preservando sua herança com cadeia de narradores, um homem de outro, até atingir seu limite, ou até o Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz), ou até um companheiro, ou até um seguidor, sejam esses ditos poucos ou muitos, e todos esses homens são conhecidos por sua justiça, precisão e confiança.

A cadeia de narradores é o meio para controlar e preservar a religião. Se não fosse pela cadeia de transmissão, os ditos teriam sido truncados, e quem quisesse teria dito o que quisesse, e teria entrado na religião de Deus o que não é dele. „Abdullah Ibn Mubárak (que Deus tenha misericórdia dele) um dos narradores seguidores disse: A cadeia de narradores faz parte da religião. Se não fosse a cadeia de narradores cada um podia dizer o que quisesse.

Preservar a religião com a cadeia de transmissão é considerado uma característica que Deus Todo-Poderoso, destacou a Chari‟a do Islam de todas as outras leis, e ele a manteve com os muçulmanos ao longo dos tempos. Não é possível para a pessoa imoral incluir uma única palavra nas palavras do Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz) ou qualquer outra coisa que faça parte da religião a menos que seu assunto seja exposto. Assim, a Chari‟a islâmica permaneceu isenta de impurezas, isenta do que não é dela.

Uma das características da Chari‟a islâmica é conservar a biografia de seu Profeta Mohammad (Deus o abençoe e lhe dê paz). Sua biografia é um livro aberto ao longo dos séculos até o fim do mundo. Ele é o único profeta que as pessoas sabem tudo sobre ele, mesmo o que se passa dentro de seus aposentos e sua vida de casado. Ele não escondeu nada de sua vida pública ou privada; por quê? Porque ele é o selo dos profetas e mensageiros, e quem foi assim não deve esconder nada de seu caso, para que as pessoas sejam solidárias com todos os aspectos de sua vida até o fim dos tempos.

Para que Deus, Exaltado Seja, completasse a disseminação dessas virtudes e honras, o Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz) teve companheiros fiéis e esposas virtuosas, que transmitiram tudo o que ouviram de seu Profeta e viram dele em suas viagens e sua  residência, em sua permanência e viagens, em sua segurança e medo, em seu conforto, e dificuldades em situação de paz e guerra, em seu culto e moral, em suas compras e vendas, o que ele dizia ao dormir, o que ele dizia quando acordado, o que ele dizia quando ansioso o que ele dizia quando a insônia, o que ele dizia quando entrava em pânico, o que ele dizia ao entrar e sair do banheiro, e ao entrar e da casa, ao entrar no mercado, ao ver a lua nova, ao chover, ao vestir roupas novas, ao ver pessoas que estão em perigo, ao fazer ablução, após completar a ablução, no início da oração, durante a oração e depois da oração, mesmo quando a tinha relação com a esposa. Foi narrado a peito dele (Deus o abençoe e lhe dê paz) que ele disse: “Se um de vocês quiser ter relação com a esposa deve dizer: „Em nome de Deus, ó Deus, mantenha Satanás longe de mim, emantenha Satanás longe do que Você nos forneceu‟, pois se um filho for agraciado a eles, Satanás nunca o prejudicará”.

A seguir, um índice de um dos livros relacionados à biografia do Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz) para que o leitor saiba até que ponto Deus garantiu a preservação de sua religião, preservando todos os detalhes da vida do Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz), para que possam seguir seu exemplo. Este índice é do livro “Zad al- Ma'ad fi Hadi Khairel „Ibad” do Imam Ibn al-Qayyim (que Deus tenha misericórdia dele) no qual ele mencionou tudo relacionado à orientação do Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz) e sua Sunna em sua adoração, relações, moral,etiqueta e assuntos diários, que indicam a distinção daChari‟a islâmica em preservar e codificar a biografia de seu Profeta. Está dividido em 82 capítulos, que são os seguintes:

1- Um capítulo sobre sua linhagem.

2- Um capítulo sobre como ele foi criado e a morte de seus pais.

3- Um capítulo mencionando sua missão e os níveis de revelação.

4- Um capítulo sobre sua circuncisão.

5- Um capítulo sobre sua amamentação.

6- Um capítulo na menção de suas nutrizes.

7- Um capítulo sobre sua missão como profeta e a primeira revelação que lhe foi revelada.

8- Um capítulo sobre mencionar seus nomes.

9- Um capítulo na lembrança de seus filhos.

10- Um capítulo sobre mencionar seus tios paternos etias paternas.

11- Um capítulo na lembrança de suas esposas.

12- Um capítulo na memória de seus servos.

13- Um capítulo na memória de seus escritores.

14- Um capítulo em que ele mencionou suas cartas e mensageiros aos reis.

15- Um capítulo na recordação de seus muezins (os convocadores para a oração) que costumavam convocar para a oração.

16- Um capítulo na memória de seus príncipes que ele usava sobre os países.

17- Um capítulo na menção de seus guardas.

18- Um capítulo mencionando a quem ele usou sustentar e quem foi autorizado a visitá-lo.

19- Um capítulo na lembrança de seus poetas e oradores.

20- Um capítulo na lembrança de seus poetas que costumavam declamar na sua presença enquanto viajavam.

21- Um capítulo sobre suas conquistas, suas missões e sua empresa.

22- Um capítulo sobre suas armas e seus móveis.

23- Um capítulo sobre seus animais.

24- Um capítulo sobre suas roupas.

25- Um capítulo mencionando seu turbante, calça, sandália, anel, etc.

26- Um capítulo sobre sua orientação em comer e beber.

27- Um capítulo sobre sua orientação no casamento e convivência com sua família.

28- Um capítulo sobre a menção de sua orientação e sua vida em seu sono e sua atenção.

29- Um capítulo sobre sua orientação sobre montar sua montaria.

30- Um capítulo sobre sua orientação sobre escolher as ovelhas e tratar os escravos e as escravas.

31- Um capítulo sobre sua orientação em suas compras,vendas e negócios.

32- Capítulo sobre sua orientação em sua competição.

33- Capítulo sobre sua orientação em seu tratamento.

34- Capítulo de sua orientação enquanto caminhava sozinho ou com seus companheiros.

35- Capítulo sobre sua orientação em sentar e reclinar.

36- Capítulo sobre sua orientação quando necessário.

37- Um capítulo sobre sua orientação natural (cortar o bigode, cortar as unhas, raspar os pelos pubianos, arrancar as axilas, e assim por diante).

38- Um capítulo sobre sua orientação em seu discurso e seu silêncio.

39- Um capítulo sobre sua orientação em seus sermões.

40- Um Capítulo sobre sua orientação em ablução.

41- Um Capítulo sobre sua orientação na oração.

42- Um capítulo sobre sua orientação na Sunna, salários e trabalho voluntário enquanto viaja e presente.

43- Um capítulo sobre sua orientação durante a oração da noite.

44- Um capítulo sobre sua orientação em ler e recitar o Alcorão.

45- Um Capítulo sobre sua orientação na oração nas horas da manhã.

46- Um Capítulo sobre sua orientação na prostração de gratidão.

47- Um Capítulo sobre sua orientação na prostração do Alcorão.

48- Um Capítulo sobre sua orientação na oração de sexta-feira.

49- Um Capítulo sobre sua orientação nos dois „Ids.

50- Um Capítulo sobre sua orientação na oração do eclipse (ou seja, eclipse do sol e da lua).

51- Um capítulo sobre sua orientação para a chuva (ou seja, oração para regar e chover).

52- Um capítulo sobre sua orientação durante a viagem e sua adoração durante a viagem.

53- Um capítulo sobre sua orientação na visita ao doente.

54- Um capítulo sobre suas orientações em funerais,sepulturas e condolências.

55- Um capítulo sobre sua orientação na oração do medo.

56- Um capítulo sobre seu dom em caridade, zakat egastar dinheiro.

57- Um capítulo sobre sua orientação no jejum.

58- Um capítulo sobre sua orientação no Hajj e „Umra.

59- Um capítulo sobre seu sacrifício no abate (ou seja,abate de um animal para alimentação).

60- Um capítulo sobre sua orientação de nomear e efetuar a circuncisão do recém-nascido.

61- Um capítulo sobre sua orientação em relação a nomes e apelidos.

62- Um capítulo sobre sua orientação em invocações absolutos e restritos.

63- Um capítulo sobre sua orientação na paz.

64- Um capítulo sobre sua orientação na busca de permissão.

65- Um capítulo sobre sua orientação quanto a espirrar e bocejar.

66- Um capítulo sobre sua orientação quando está com raiva.

67- Um capítulo sobre sua orientação no jihad e conquistas.

68- Um capítulo sobre sua orientação na preparação do equipamento e na tomada de meios para a guerra.

69- Um capítulo sobre sua orientação em relação ao tratamento de prisioneiros de guerra (ou seja, prisioneiros de guerra).

70- Um capítulo sobre sua orientação em contratos de segurança, tratados de paz, lidar com mensageiros infiéis, cobrar o imposto e lidar com o Povo do Livro e com os hipócritas.

71- Um capítulo sobre sua orientação no contrato de zimma e tomando a jizya de não-muçulmanos.

72- Um capítulo sobre sua orientação em sua correspondência com reis e outros.

73- Um capítulo sobre sua orientação no tratamento de doenças do coração e doenças do corpo, incluindo: tratamento de febre, diarreia, peste, hidropisia, feridas, ventosas, epilepsia, ciática, dor de cabeça, coceira, conjuntivite, tumores e abscessos, veneno, úlceras, picadas e assim por diante.

74- Um capítulo sobre sua orientação no tratamento da ansiedade, tristeza e insônia.

75- Um capítulo sobre sua orientação no tratamento de calamidades.

76- Um capítulo sobre sua orientação em preservar a saúde.

77- Um capítulo sobre sua orientação na gestão de habitação.

78- Um capítulo sobre sua orientação durante o sono e a vigília.

79- Um capítulo sobre sua orientação nos esportes.

80- Capítulo sobre sua orientação durante a relação sexual.

81- Um capítulo sobre sua orientação no tratamento do amor.

82- Um capítulo sobre sua orientação nos distritos e decisões em vários casos, como roubo, adultério, cativos, divisão de despojos, punição de um feiticeiro, casamento, divórcio, khul', linhagem,custódia, pensão alimentícia, amamentação, luto e vendas.

A citação é completada a partir do índice do livro “Zad al-Ma'ad fi Hade Khair al-Abad”.

Uma das características da Chari‟a islâmica é a facilidade com que seus seguidores sentem pena de seu Profeta (que Deus o abençoe e lhe dê paz), seja no campo das crenças, cultos, transações ou comportamentos, se toda sua orientação é preservada como mencionado acima, louvado seja Deus pela facilidade da aplicação desta religião.

Uma das características da lei islâmica é preservar as características mais importantes da biografia daqueles que precederam o Profeta Mohammad (Deus o abençoe e lhe dê paz) entre os profetas, especialmente aqueles de determinação entre eles. A Chari‟a islâmica preservou a biografia dos profetas Adão, Noé, Hud, Sáleh e Xu‟aib, e preservou a biografia dos profetas Abraão e seus filhos Ismail e Isaac, e a biografia do ramo de Isaac dos profetas. Então preservou a biografia do Profeta Jacó (Israel) ibn Isaac, e preservou a biografia de seu filho, o profeta José (que a paz esteja com ele) de maneira precisa, e se referiu às tribos, que são um ramo da descendência de seu pai Jacó, e são doze filhos,66 e ela destacou a biografia dos dois grandes profetas, Moisés e Jesus (a paz esteja com eles) e cuidou deles com grande interesse, e revelou o problema da verdade de seu chamado, para mostrar a verdade da nação ramificada de Jacó (Israel), que é uma das maiores nações em número, como a lei islâmica preservou a biografia do profeta Lot, sobrinho de Abraão (a paz esteja com ele).

Em resumo, o Alcorão e o hadice do Profeta se referem a vinte e cinco profetas, e explicamos a realidade de seu chamado, e eles os defenderam, e consideraram a crença neles um dos pilares da fé de que o Islam não pode ser alcançado sem ele.



Previous article Next article

Articles dans la même catégorie

Site de soutien au Messager d'Allah MuhammadIt's a beautiful day