1. Articles
  2. Características da Chari’a islâmica e seus valores culturais
  3. Características relacionadas à Chari‟a Para quem não é seguidor

Características relacionadas à Chari‟a Para quem não é seguidor

Auteur : Majid ibn Suleiman Al-Rasi
133 2022/10/25 2022/10/25

Uma das características da Chari‟a islâmica é que ela encoraja o diálogo com o opositor. O Exaltado Seja,disse ao Seu Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz):

“Dizelhes: Ó adeptos do Livro, vinde, para chegarmos a um termo comum, entre nós e vós: Comprometamo-nos, formalmente, a não adorarmos senão a Deus, a não Lhe atribuirmos parceiros e a não nos tomarmos uns aos outros por senhores, em vez de Deus. Porém, caso se recusem, dize-lhes: Testemunhai que somos muçulmanos”.

(Ál „Imran, 3:64)

E o Exaltado Seja disse ao Seu Profeta (que Deus o abençoe e lhe dê paz):

“Convoca (os humanos) à senda do teu Senhor com sabedoria e uma bela exortação; dialoga com eles de maneira benevolente, porque o teu Senhor é o mais conhecedor de quem se desvia da Sua senda, assim como é o mais conhecedor dos encaminhados” .

(An Nahl, 16:125)

O Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz) executou o comando de convidar para a religião de Deus da melhor maneira, então ele chamou os idosos e os jovens, os honrados e os humildes, os homens e as mulheres, próximos e distantes, o branco e o negro, e ele foi atendido pelo povo, de forma que os profetas antes dele não foram atendidos. Então ele escreveu ao rei de Roma, convidandoo para o Islam.

Escreveu ao Negus, o rei da Abissínia, convidando-o para o Islam.

Escreveu para Cosroé, rei dos persas, convidando-o para o Islam.

Enviou ao Muqauquis, rei de Alexandria, o grande líder copta, convidando-o para o Islam.

Escreveu para Al-Háris ibn Abi Chamir Al-Ghassani, rei de Al-Balqá, a cidade mais antiga da Jordânia.

Enviou uma carta a Hauda ibn „Ali al-Hanafi em al- Yamama, no meio da Península Arábica, convidando-o para o Islam.

Enviou a Jaifar e 'Abdullah, os dois filhos yazidis de Al- Julanda em Omã, convidando-os para o Islam.

Enviou a Al-Munzir ibn Sawi Al-„Abdi, rei do Bahrein, convidando-o para o Islam.

Enviou para Al-Háris ibn Abdul Kulal Al-Himairi no Iêmen, convidando-o para o Islam.

E enviou a Abu Mussa Al-Ach'ari e Mu‟az ibn Jabal ao povo do Iêmen convidando-os para o Islam. A maioria deles se converteu ao Islam. Então, depois deles, ele enviou „Ali ibn Abi Tálib para eles.

E o que mostra o interesse da lei islâmica em estabelecer um bom diálogo com o opositor é a história de um rabino judeu que foi ter com o Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz) e disse: “Eu vim para lhe perguntar”. Então, o Mensageiro de Deus (Deus o abençoe e lhe dê paz) disselhe: “Alguma coisa o beneficiaria se eu lhe falar?” Ele disse: “Ouço com meus ouvidos.” Então, o Mensageiro de Deus (Deus o abençoe e lhe dê paz) bateu com uma madeira no chão (pensando), e ele disse: “Pergunte”. O judeu disse: “Onde estarão as  pessoas no dia em que a Terra não será mais Terra e os céus?” O Mensageiro de Deus (Deus o abençoe e lhe dê paz) disse: “Eles estarão na escuridão sem uma ponte”

Ele disse: “Quem é a primeira pessoa a percorrer o caminho?” Ele disse: “Os pobres dos Muhajirin (migrantes)”.

O judeu perguntou: “Qual é o regalo deles quando entrarem no Paraíso?” Ele disse: “O aumento do fígado da baleia”

O judeu perguntou: “Qual é o almoço deles depois disso?” Ele disse: “Ser-lhes sacrificado o touro do Paraíso que costumava comer de suas bordas”.

Ele perguntou: “Qual será a bebida deles?” Ele disse: “De uma fonte nele, chamada Salsabil”.

Ele disse: “Você está certo”.

Ele disse: “Eu vim para lhe perguntar sobre algo que ninguém na terra conhece, exceto um profeta, ou um homem, ou dois homens.

Ele disse: “Você se beneficiaria se eu lhe contasse?” Ele disse: “Eu ouço com meus ouvidos”.

Ele disse: “Eu vim lhe perguntar sobre a criança”.

Ele disse: “O sêmen do homem é branco, e o sêmen da mulher é amarelo, se se juntarem e o sêmen do homem for sobre o da mulher, então a criança será masculina se Deus quiser. Se o sêmen da mulher for sobre o do homem, será feminina se Deus quiser”.

O judeu disse: Você falou a verdade, e você é um profeta.

Então ele foi embora. Então o Mensageiro de Deus (Deus o abençoe e lhe dê paz) disse: “Ele me perguntou sobre o que ele queria saber, e eu não tenha conhecimento de nada disso, até que Deus mo forneceu”.

Abdullah ibn Mass‟oud (que Deus esteja satisfeito com ele) disse: Enquanto andava com o Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz) no campo de Madina, e ele estava se segurando num ramo de tamareira, passamos por um grupo de judeus. Eles disseram entre eles: „perguntam-lhe sobre o espírito‟. Alguns disseram: „Não lhe perguntam. Pode ser que irá lhes responder algo que não gostem‟. Alguns disseram: „Perguntem-lhe‟. Um homem deles disse: „Ó Abul Qássim, o que significa o espírito?` Ele ficou em silêncio. Eu pensei que ele estava recebendo revelação. Então me levantei. Quando ele foi liberado, disse:

“Perguntar-te-ão sobre o Espírito. Responde-lhes: O Espírito é um dos comandos do meu Senhor, e só vos tem sido concedida uma ínfima parte do saber.” .

(Al Isrá, 17:85)

„Abdullah ibn Mass‟oud (que Deus esteja satisfeito com ele) relatou que um judeu foi ter com o Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz) e disse: “Ó Mohammad, Deus mantém os céus com um dedo, as terras com um dedo, as montanhas com um dedo, as árvores com um dedo e as criaturas com outro, Ele diz: Eu sou o Soberano.”

O Mensageiro de Deus (Deus o abençoe e lhe dê paz) riu até que seus dentes posteriores ficassem visíveis, então recitou:

“Não aquilatam o Poder de Deus como devem”. .

(Al n‟ám, 6:91)

E em uma narração: O Mensageiro de Deus (Deus o abençoe e lhe dê paz) riu de espanto e crença nele.

Uma das características da Chari‟a islâmica é que o justo não muçulmano que a lê fica maravilhado com ela e sabe que é de Deus, e que todos os seres humanos não podem produzir algo semelhante em termos de benevolência e julgamento, e isso é testemunhado pelos não muçulmanos. Deus, Exaltado Seja, diz a verdade no Alcorão:

“Se fosse de outra origem que não de Deus, haveria nele muitas disparidades.” .

(Annissá, 4:82)

Uma das características da Chari‟a islâmica é que quem a conhece entre os não muçulmanos e sabe que é de Deus, e que não pode ser dos humanos, esta foi a razão de sua entrada no Islam. Eles são muitos e não podem ser contados, estejam eles nos países dos infiéis ouaqueles que residem nos países dos muçulmanos, e se eles são cultos ou não.

Uma das características da Chari‟a islâmica é que quem entra no Islam não se afasta dele por descontentamento com sua religião, se tem opinião e razão, e isso nunca se sabe na história do Islam, por causa do que foi apresentado no décimo ponto da concordância dos ensinamentos do Islam com a razão e o instinto, e sua satisfação das necessidades da alma e do corpo, e louvor a Deus pelo  estabelecimento do Hajj e o surgimento do Hajj.



Previous article Next article

Articles dans la même catégorie

Site de soutien au Messager d'Allah MuhammadIt's a beautiful day